Siga-nos!

Internacional

Radicais hindus invadem igreja e forçam pastor a adorar falsos deuses

“Oh Senhor, se estiver em Sua vontade, então deixe estar, mas me dê forças para suportar isso. Eu sou fraco. Eu preciso de você'”, orou pastor Jai Singh.

em

Igreja indiana. (Foto: ADF International)

Uma igreja doméstica localizada no estado indiano de Haryana foi invadida por centenas de nacionalistas hindus que sequestraram o pastor e o obrigaram a adorar falsos deuses.

Segundo o Morning Star News, de 250 a 300 extremistas participaram do ataque à igreja que é coordenada pelo pastor Jai Singh na vila de Bichpari, a cerca de uma hora de Delhi.

O sequestro foi realizada por pelo menos 30 homens que atacaram o líder religioso durante um culto.

“Eles me empurraram para o chão e eu não conseguia entender quem estava me chutando, quem estava batendo ou batendo nas minhas costas”, disse Singh à agência de notícias cristã.

“Quando uma multidão enorme me cercou, eu só podia ver suas mãos e sapatos me chutando. Eles me pegaram no chão e me levaram para dentro [da] casa e me disseram que eu deveria ir com eles, caso contrário eles me matariam ali no local”.

Os agressores levaram Singh para uma escola onde ele foi forçado a sentar-se diante dos ídolos e foi ainda espancado com varas de madeira. Mais tarde naquele dia, ele foi levado para a delegacia de Gohana, onde estava “gravemente ferido e uivando de dor”.

Singh foi libertado sob fiança em 7 de janeiro, graças a intervenção da ONG Alliance Defending Freedom-India. Antes disso, foi bastante humilhado pelas pessoas que o levaram ao tribunal.

“A viagem do tribunal à prisão foi torturante, pois essa pessoa à paisana abusava da linguagem vulgar Haryanvi. Ele abusou dos membros da minha família, incluindo minha esposa e filhos. Fiquei quieto e disse em meu coração: ‘Oh Senhor, se estiver em Sua vontade, então deixe estar, mas me dê forças para suportar isso. Eu sou fraco. Eu preciso de você'”, contou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE