Siga-nos!

israel

Rabinos pedem autorização para sacrifício de Páscoa no Monte do Templo

Presidente do Instituto do Templo assina carta pedindo liberdade de adoração.

em

Rabinos preparando sacrifício
Rabinos preparando sacrifício (Foto: Reprodução/Adam Eliyahu Berkowitz)

Um grupo de rabinos influentes enviou uma carta ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, pedindo autorização para que eles possam fazer uma oferta de Páscoa no Monte do Templo, sinalizando uma tentativa de retomada dos sacrifícios no local sagrado para o Judaísmo.

“Pedimos que nos permitam, como representantes do povo judeu, realizar o sacrifício da Páscoa neste ano e todos os anos a partir de agora para ilustrar e observar a liberdade de culto no dia 14 de Nissan à noite”, solicitaram.

A carta foi enviada pelos movimentos em favor do Templo, pedindo que “seja a vontade do Senhor” que Israel continue seu caminho de liberdade. Na carta, os rabinos condenam o que chamam de “assédio” contra Netanyahu e contra Israel, enfatizando que “todos os tipos de assédio sejam colocados em seu lugar”.

“Isso pode ser feito por meio de uma declaração e ação que sinaliza a todos os governos, amigos, inimigos e todos os partidos que competem nas eleições para onde Israel está indo desde o início da história”, escreveram.

Entre os que assinam a carta, está o presidente do Instituto do Templo, o rabino Israel Ariel, uma organização que trabalha para a reconstrução do Templo no Monte do Templo.

Eles escrevem que o dever de adoração do povo de Israel como nos dias do Êxodo é a expressão de liberdade. “O dever de adoração e o direito de adoração do povo de Israel como nos dias do Êxodo do Egito é a expressão mais clara do Êxodo do povo de Israel para o mundo da liberdade. Com esta mensagem, todos os assediadores serão silenciados”, escrevem.

Leia a íntegra da carta:

Carta para Netanyahu: Páscoa e Liberdade

Ao estimado Sr. Benjamin Netanyahu,

Abençoamos você porque você terá grande sucesso nas próximas eleições. Que seja a vontade do Senhor de todos, cuja Santa presença habita em Sião e cuja cidade eleita é Jerusalém, que continuem a liderar o Estado de Israel e o povo de Israel nos próximos anos para sempre.

O assédio a você pessoalmente e ao povo de Israel em geral por partes internas e externas, como o tribunal criminal em Haia, exige que todos os tipos de assédio sejam colocados em seu lugar. Isso pode ser feito por meio de uma declaração e ação que sinaliza a todos os governos, amigos, inimigos e todos os partidos que competem nas eleições para onde Israel está indo desde o início da história.

Vamos adorar a Deus, o Deus de Israel, o Criador do mundo no lugar que Deus escolheu. Daí vem luz e instrução para todo o mundo.

Lei, justiça e lei, amor e bondade.

O dever de adoração e o direito de adoração do povo de Israel como nos dias do Êxodo do Egito é a expressão mais clara do Êxodo do povo de Israel para o mundo da liberdade. Com esta mensagem, todos os assediadores serão silenciados.

Portanto, pedimos que nos permitam, como representantes do povo judeu, realizar o sacrifício da Páscoa neste ano e todos os anos a partir de agora para ilustrar e observar a liberdade de culto no dia 14 de Nissan à noite.

Pedimos que fale sobre isso publicamente nos próximos dias, declarando abertamente que o Estado de Israel, o estado do povo judeu, pretende permitir que os judeus, em virtude de seus direitos religiosos e nacionais, mantenham uma liberdade moderada e modesta de adoração no Monte do Templo. Esta mensagem é especialmente importante nos dias antes da Páscoa, nosso tempo de liberdade, e para dar tempo para preparar adequadamente um sacrifício da Páscoa que será para toda a nação de Yisrael, enquanto sinaliza para o mundo inteiro que o Deus de Israel nos concedeu o Êxodo do Egito e nos comandou a cumprir os mandamentos da Torá destinados a trazer Israel e todas as nações à liberdade. Para fazer isso, devemos cumprir a principal mitsvá nacional; o sacrifício da Páscoa!

Sinceramente e com muito respeito
Os movimentos do United Temple para o Templo e o Monte do Templo, em nome de toda a casa de Israel
Rabino Israel Ariel Presidente do Temple Institute
Rabino Baruch Kahana, chefe da guarda sacerdotal
Rabino Aryeh Lipo, Secretário

 

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending