Siga-nos!

mundo

Rabino diz que Trump permanecerá no poder para lutar no reino final

Isser Zalman Weiserg contestou projeção de vitória de Biden.

Avatar

em

Donald Trump
Donald Trump (Foto: Reprodução/YouTube)

Frente ao resultado duvidoso nos EUA, o rabino Isser Zalman Weiserg, de Machon Mishne Torah, seguidor do Chabad do Judaísmo Hassídico, fez comentários em um vídeo sobre as eleições presidenciais, no sábado dia 7 deste novembro.

O rabino começou a contestar no seu vídeo que, apesar das mídias afirmarem que Joe Biden ganhou as eleições, nada está definido, pois a mídia não tem o poder legal de afirmar quem será o presidente do país no próximo mandato.

O vencedor sempre é oficialmente legitimado pelo Colégio Eleitoral, depois pelo Senado, Câmara dos Representantes e Arquivo Nacional. Os representantes do Colégio Eleitoral de cada estado se reúnem no mês de dezembro, quando será definido o vencedor.

O rabino continuou dizendo que este ano essa reunião cai dia 14 de dezembro, durante o Hannukah, que é uma temporada de milagres para os judeus, e que no dia 6 de janeiro o senado e a câmera vão se reunir para declarar os resultados.

O ceticismo nas eleições presidenciais

Isser comenta que na história dos judeus, sempre parecia que o fim estava próximo, mas sempre Deus os salvava. Ele disse “yeshuat hasehm k’heref ayin” (“a salvação de Deus é como um piscar de olhos”), em um comentário sobre o livro de Ester (4:1).

Para ele é difícil acreditar que tirando Joe e sua esposa, alguém mais tenha votado no candidato do Partido Democrata. Isser afirma que quem votou, votou contra Trump, mas não para elegê-lo.

“Joe já começou a usar os seus poderes enganosos concedidos a ele pela serpente primordial”, disse ele, fazendo alusão ao jardim do éden quando a serpente enganou a Eva com suas mentiras.

O rabino também afirmou que não faz diferença quem ocupa a cadeira presidencial, enquanto essa pessoa permitir que os radicais de esquerda e os BLM continuem lutando profanamente para acabar com os dez mandamentos e eliminar Deus da América.

Depois que Biden fez um anúncio no Twitter agradecendo aos votos e afirmou que vai ser o presidente de todos os americanos, que votaram ou não nele, mantendo a que foi colocada sobre ele, o rabino falou no vídeo que quem votou no Trump esperava que o país permanecesse fiel aos sonhos e  aspirações dos fundadores, incluindo o apoio a Israel.

Além disso, ele indagou como Joe Biden vai proteger o mundo dos fanáticos do Irã como o presidente Donald Trump fez. Ele também citou o aborto como questões do governo democrata.

A missão de Trump não acabou

O rabino afirmou que Trump ainda não completou o que Deus incumbiu a ele, e que Biden não vai chegar ao poder. Ele citou a última visão do livro de Daniel, onde os ímpios são revelados.

Ele explicou que o presidente Trump é a versão final de Esaú, e que Esaú lutará por Jacob, depois da transformação descrita no livro de Daniel.

Assista:

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending