Siga-nos!

Sociedade

Psicóloga cristã pode ter registro cassado por ser contra a ideologia de gênero

CFP acusa psicóloga cristã de “preconceito”.

em

Patrícia de Sousa Teixeira. (Foto: Arquivo Pessoal)

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) poderá cassar nesta sexta-feira (18) o registro profissional da psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira por ela ser contra a famigerada ideologia de gênero.

Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.

No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.

Em seu recurso enviado na época, o advogado Jorge Vacite Neto alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional, já que ela nunca recebeu se quer uma advertência.

Como o julgamento do caso no conselho federal será realizado em Brasília, Patrícia está sem defesa e teme pela cassação de seu registro.

Continua depois da publicidade