Siga-nos!

Internacional

Primeiro-ministro do Reino Unido acusa Macron de tentar prejudicar Brasil

Premiê afirmou que não vai apoiar veto ao acordo comercial entre Mercosul e União Européia.

em

Boris Johnson na região central de Londres
Boris Johnson na região central de Londres (Foto: REUTERS/Simon Dawson)

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Jhonson, acusou o presidente da França, Emmanuel Macron, de tentar usar as queimadas na Amazônia como desculpa para prejudicar o Brasil.

Segundo o premiê, Macron estaria usando a situação como “desculpa” para prejudicar o acordo entre o Mercosul e a União Européia.

Ele afirmou que o Reino Unido está pronto para fazer todo o possível para ajudar na situação da Amazônia, mas que não irá se juntar à ameaça de veto do acordo comercial.

O jornal Independent informa que Johnson criticou Macron por estar tentando interferir no acordo de livre comércio, usando para isso a questão na Amazônia.

Macron disse que se posicionaria contra o acordo caso Jair Bolsonaro não levasse a sério seu dever de proteger o meio ambiente do país.

A fala do presidente da França foi recebida com duras críticas do governo brasileiro, que lembrou o fato de Macron estar usando a questão para tentar agradar ao lobby dos agricultores europeus, que se opõem ao acordo.

Publicidade