Siga-nos!

Internacional

Presidente argentino defende aborto e diz que dará fim à “hipocrisia”

Alberto Fernández: “Quem é contra o aborto, simplesmente não aborte”

em

Alberto Fernández. (Foto: Reprodução / Youtube)

O presidente argentino Alberto Fernández, disse em evento no México, onde realiza uma visita a políticos e empresários, que “o aborto é parte da hipocrisia argentina” e que pretende legalizar a prática para “colocar um fim a essa hipocrisia”.

Com a narrativa esquerdista sobre a questão, ele afirmou que o aborto é questão de saúde pública e que “não se deve punir a mulher como se estivesse cometendo um delito”.

Segundo a Folha, ele afirmou ainda que diz sem problema que é “favorável ao aborto, em condições seguras, ainda que durante a campanha os adversários quase me acusaram de Satanás por isso”.

E acrescentou: “Quem é contra o aborto, uma solução: simplesmente não aborte”.

No México, onde Fernández está, o aborto é permitido na capital Cidade do México, que tem status de Distrito Federal e em Oaxaca.