Siga-nos!

sociedade

Pornhub admite ter encontrado 118 vídeos com pornografia infantil no site

Conservadores pressionam por punição severa contra plataforma pornográfica.

Michael Caceres

em

Pornhub
Pornhub (Foto: Reprodução/YouTube)

Depois de ser acusada de hospedar vídeos de pornografia infantil e estupros, gerando uma série de criticas de conservadores contra o maior site pornográfico do mundo, o Pornhub descobriu em uma investigação minuciosa vários vídeos criminosos em supostas contas não verificadas.

A polêmica foi gerada depois de um artigo do colunista da New York Times, Nicholas Kristof, acusando a empresa de falhar com os protocolos e colaborar com a exploração sexual infantil, o Pornhub anunciou na semana passada que vídeos de usuários sem identificação não seriam mais aceitos na plataforma.

As empresas de cartão de crédito, Visa e Mastercard, decidiram bloquear o uso na plataforma, alertando que iriam abrir uma investigação sobre o caso, o que também foi anunciado por alguns senadores nos EUA, depois que eles anunciaram mudanças na sua política.

O Pornhub também acusou plataformas de mídia social, como o Facebook, Instagram, Tik Tok, YouTube, Sanpchat e Twitter de contribuírem para disseminar conteúdos de exploração, e anunciaram que agora os seus conteúdos são verificados, diferentemente das plataformas citadas acima.

Uma comparação mostrou que o Facebook tem cerca de 3 bilhões de usuários registrados enquanto o Pornhub tem cerca de 20 milhões.

“Nos últimos três anos, o Facebook relatou 84 milhões de ocorrências de material de abuso sexual infantil. Durante o mesmo período, a Internet Watch Foundation independente e terceirizada relatou 118 incidentes no Pornhub”, afirmaram.

Gail Dines, afirmou que o site está fazendo de tudo para afirmarem mudança na empresa, mas que o site é infestado de pornografia de incestos e adolescentes, e que se o Pornhub excluir de verdade todos os vídeos de abuso “não sobraria nada”, pois todos são baseados em violência contra as mulheres e depravação de mulheres e crianças.

Na segunda-feira, Kristof contou em seu Twitter que tem recebido vários depoimentos de vítimas aliviadas. Várias garotas que foram filmadas sendo estupradas ou nuas, foram humilhadas e tentaram suicídio, mas agora estão aliviadas.

Laila Mickelwait, disse ao The Christian Post, que há anos ela alerta para a promoção do tráfico no site, e que eles enganam bilhões de visitantes, pois os usuários não são verificados, e que vários criminosos postam vídeos no site de suas agressões.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending