Siga-nos!

Sociedade

Por salários iguais, Damares diz que sairia às ruas ao lado das feministas

A ministra, porém, se mostrou contra os exageros desses grupos

Publicado

em

Damares Alves
Damares Alves. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)


A ministra Damares Alves declarou que há algumas lutas comum entre ela e as feministas, dando como exemplo a igualdade salarial entre homens e mulheres.

“Tem pautas feministas que eu abraço. Por exemplo: salários iguais entre homens e mulheres e luta contra a violência. Se for para eu e as feministas irmos para as ruas de braços dados contra isso, eu vou”, disse ela à Folha de São Paulo.

Porém, Damares se colocou contra o fato das feministas protestarem com seios à mostra e com exageros. Ela, inclusive, negou ser antifeminista. “Sou anti-ativismo exagerado”, completou.

A luta contra o aborto, porém, afasta Damares dos grupos feministas que defendem a liberação total da interrupção da gravidez.

Questionada sobre o Estatuto do Nascituro,  a ministra declarou que a decisão está no Congresso e que irá respeitar o que for decidido em lei. Ela adianta também que o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos pretende lançar o Estatuto da Gestante.

“Aqui no ministério o que vamos fazer é propor o Estatuto da Gestante e desenvolver políticas garantindo direitos para as mães e as crianças na fase gestacional”, completou.



Publicidade
Publicidade