Siga-nos!

Opinião

Por que a igreja tira a sinceridade das pessoas?

Já ouvi até alguém dizer que igreja (sim) “é lugar de gente feliz”.

Avatar

em

O ambiente religioso que temos dentro da igreja é marcado por uma imagem de perfeição. O lugar que o pecador mais deveria se sentir bem as vezes é justamente o lugar que ele mais se sente incomodado, pois para todos os lados o que ele vê é gente com auréola de anjo.

Já ouvi até alguém dizer que igreja (sim) “é lugar de gente feliz”.

Pessoas bem vestidas, filhos comportados, rostos sorridentes, mulheres comportadas, famílias perfeitas e felizes.

Apenas citando coisas pequenas (até porque o maior problema é no coração); se uma pessoa dentro da igreja não está com vontade de cantar ela canta mesmo assim, se tem alguém que veio cansado (direto) do trabalho e está afim de ficar sentado (na igreja) ele fica em pé, se tem alguém que veio cheio de preocupações para o culto, na igreja ele finge que os problemas ficaram lá fora.

Um grupo de pessoas (maioria) condiciona (dita) o comportamento dos indivíduos que fazem parte desse grupo. Na igreja tudo acontece como uma coreografia bem ensaiada, de forma que se alguém desafina (não levanta as mãos ou não fecha os olhos para orar) todos olham para ele como alguém que não faz parte do grupo, pois o grupo só lhe permite pares condicionados. E no caso do visitante é justamente isso que acontece com ele, ele desafina (quebra a coreografia) e não se sente à vontade.

A igreja de fato esconde nossa sinceridade, a gente entra lá dentro e nos sentimos santos no céu. Mas sabemos que no fundo muitas pessoas ali não tem o casamento mais feliz do mundo, nem tem tanto orgulho do filho assim, outros estavam ali apenas com o corpo presente, sua mente voava do lado de fora preocupado com tantos problemas.

Diversas vezes falamos que igreja é um lugar que as pessoas entram de um jeito e saem de outro (e eu acredito nisso e falo isso também), mas tenho visto diversas pessoas saindo do mesmo jeito que entraram, porque quando entraram não entraram como são. Todas as vezes que você entra na igreja como não é, você continua saindo como é.

Aquele fariseu do evangelho subiu ao templo se achando perfeito (entrou como não era), se gabava de dar o dizimo, fazer jejum, agradecia por não ser como aqueles que não seguiam a coreografia de santos na hora do culto.

Mas havia um outro homem, que era cobrador de impostos, que foi no culto no mesmo dia, mas sentou lá no fundo, não carregava a Bíblia em baixo do braço e ali quieto sem seguir a coreografia da maioria pedia a Deus por misericórdia. E Jesus disse que esse cobrador de impostos voltou (justificado) para casa, diferente de como entrou, porque? Porque entrou sem máscara, entrou como de fato é, e ai saiu diferente, saiu aprovado (perdoado) por Deus.

Se você só entrar na igreja de nariz empinado, transpirando a santidade que não tem vai sair sempre do mesmo jeito, mas se entrar com humildade, como realmente é (em casa), e pedir por misericórdia, vai sair uma pessoa melhor (diferente de como entrou).

Publicidade