Siga-nos!

Mundo Cristão

Por que alguns estudantes de teologia “esfriam” na fé? Pastor responde

Para Augustus Nicodemus tanto as motivações dos alunos como os professores desses cursos podem influenciar

em

Ao iniciar um seminário de teologia muitos jovens, que antes eram ativos e fervorosos, passam a serem frios na fé na medida em que avançam nos estudos. O reverendo presbiteriano Augustus Nicodemus Lopes fala sobre esse tema em um texto publicado no blog “O Tempora, O Mores” dizendo que ele quase passou por isso.

Para o chanceler do Mackenzie há alguns motivos para que esse esfriamento aconteça com os jovens seminaristas. Um deles seria a falta de preparo desses alunos que ingressam nesses cursos por diversos motivos, menos a real paixão pela pregação do evangelho.

“Acho que tudo começa quando as denominações mandam para os seminários e faculdades de teologia jovens que não têm absolutamente a menor condição de serem pastores, professores, obreiros e pregadores”, diz Nicodemus, um dos principais líderes religiosos do Brasil.

O reverendo tinha 24 anos quando entrou para o seminário e nesse texto ele conta que esfriou bastante na fé. “Pela graça de Deus, durante esse período me mantive ligado ao trabalho evangelístico, à pregação”, relembra. Para não perder o ritmo, ele manteve a comunhão com outros colegas que possuíam o mesmo propósito.

Mas o esfriamento da fé não é culpa exclusiva do aluno, para o chanceler do Mackenzie a liderança da igreja, que nomeia os professores, também é responsabilizada nesse processo, já que muitos professores de teologia não acreditam em Deus e nem acreditam que a Bíblia é a Palavra de Deus.

“Que exemplo eles poderão dar aos jovens que sentam nas salas de aula com a mente aberta, ansiosos e desejosos de ter modelos, exemplos de líderes para começar seus próprios ministérios?”, questiona. Nicodemus aborda outros temas como a guerra espiritual que existe nessa hora, fazendo com que muitos seminaristas se corrompam no meio do caminho.

Mas para ajudar aqueles que desejam estudar teologia o reverendo dá algumas dicas:

– verifique suas motivações. Tente responder a pergunta: o que te leva a desejar o pastorado?

– saiba qual a opinião dos seus pais, pastores e amigos sobre o tema.

– escolha por cursar um seminário apenas se já tiver levado alguém à Cristo, se tiver liderança e facilidade de se comunicar em público.

– Outro ponto apresentado pelo religioso é que o interessado no seminário precisa ter uma vida de devoção, oração, leitura da Bíblia e fervor.

Para Augustus Nicodemus Lopes essas características são essenciais para que uma pessoa siga o pastorado e tenha certeza de seu ministério. E sendo assim sua fé não ficará fria durante o curso.

Leia o texto na íntegra aqui.

  • Estudos Bíblicos 1 dia atrás

    Especialista em pregação bíblica ensina elaborar sermões impactantes em 30 dias