Siga-nos!

Política

Polícia Federal vai investigar se Jean Wyllys vendeu seu mandato

Investigação atende ao pedido de deputado do Mato Grosso.

em

Jean Wyllys
Jean Wyllys. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A Polícia Federal atenderá ao pedido do deputado José Medeiros (PODE-MT) e irá apurar se o ex-deputado Jean Wyllys recebeu recursos financeiros para abrir mão de seu mandato como parlamentar, beneficiando David Miranda (PSOL-RJ).

Miranda tem um relacionamento homossexual com o jornalista Glenn Greenwald, responsável pelos vazamentos ilegais de conversas pessoais entre autoridades da Lava Jato.

Greenwald é responsável pelo site The Intercept e existe suspeita de que ele esteja envolvido na negociação.

O pedido de Medeiros foi feito há um mês, por meio de um ofício em que relacionava a desistência de Wyllys aos ataques feitos por Glenn Greenwald a força-tarefa da Lava Jato.

“Tais fatos não me parecem ser mera coincidência”, escreveu o parlamentar no documento, alertando que considera uma “invasão cibernética promovida e patrocinada por estrangeiros”.

Em seguida ele pede a verificação de eventuais transferências de recursos de Greenwald para Wyllys.

 

Publicidade