Siga-nos!

Mundo Cristão

Polícia fecha igrejas e cristãos na Argélia fazem cultos ao ar livre

Perseguição a cristãos no país do Norte da África tem crescido

em

Cristãos argelinos. (Foto: SAT-7 USA)

Desde o começo do ano 12 igrejas foram fechadas na Argélia, mas apesar da forte perseguição, os cristãos estão seguindo forte na missão de mostrar sua fé e atrair novos convertidos.

Através das redes sociais, membros da Igreja do Evangelho Pleno de Tizi Ouzou (EPPETO – sigla em inglês) compartilharam atividades que realizaram ao ar livre.

Parceira da SAT-7, ministério de TV via satélite que leva o Evangelho ao Oriente Médio e Norte da África, a igreja relatou que as portas fechadas não impedem os fiéis de adorarem a Deus na escada do templo.

O presidente da SAT-7, Rex Rogers, explica em seu site que os argelinos não estão felizes com o fechamento das igrejas, mas que não estão deixando se abalar com essas decisões encontrando outras formas de continuarem adorando a Deus.

A perseguição na Argélia é tão severa que em outubro, a Comissão Americana de Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF) instou o governo da Argélia a interromper sua perseguição sistemática aos cristãos.

No entanto, apesar da opressão contínua, os crentes continuam a adorar a Deus e a tornar Seu nome conhecido. O pastor Salah Challah, presidente da Igreja Protestante da Argélia (EPA) e pastor sênior da congregação Full Gospel, disse que as autoridades “podem selar nossas igrejas, mas não nossos corações”.

“A Argélia é um daqueles lugares onde a Igreja Cristã tem crescido dramaticamente … e de repente há essa reação, mas Deus usa isso para atrair as pessoas para si”, diz Rogers.