Siga-nos!

igreja perseguida

Polícia chinesa invade culto com violência para deter pregador

Policiais teriam recebido denúncia sobre reunião ilegal.

em

Policiais chineses prendem cristãos - China Aid
Policiais chineses prendem cristãos (Foto: Reprodução/China Aid)

Em  22 de agosto, a polícia invadiu o culto do grupo Tashui, no distrito de Chenghua, na China. Os policiais apreenderam 17 cristãos adultos, mais 10 crianças e as levaram para sua estação.

Muitos dos policiais no local afirmaram que alguém delatou uma reunião ilegal. Verificando a identidade de todos os participantes e também notificaram o departamento de assuntos religiosos.

Quando os policiais tentaram entrar forçadamente no local, foram questionados pelo pastor se tinham um mandado.

Um dos policiais machucou o pregador Dai e o irmão Hao e gritou pedindo suas identificações. Durante o ataque que se seguiu, os policiais confiscaram os telefones do irmão Dai e do irmão Hao, arranhando o braço do pregador Dai.

As autoridades transferiram alguns dos cristãos para delegacias correspondentes (de acordo com seu endereço). Chengdu ERCC postou uma carta de pedido de oração, pedindo aos cristãos que orassem a Deus para dar paz aos cristãos, crianças e adultos, presos.

O irmão Jia, agora sem-teto novamente, relatou que não sabe onde vai morar a seguir. Após a repressão em 9 de dezembro de 2018, a polícia o expulsou várias vezes. Ouviram  recentemente que policiais viajaram para  cidade natal, de um dos irmãos, em Yuzhuang Village, província de Henan para coletar informações suas.

Após a repressão contra a Igreja  Early Rain Covenant, em 9 de dezembro de 2018, as autoridades do PCC designaram muitos policiais para tentar eliminar totalmente a Igreja.

Oficiais colocaram muitos membros da igreja sob rastreamento, mesmo que apenas um pequeno grupo de três a cinco pessoas. Os cristãos não podem se reunir em nome da Igreja. No entanto, a Igreja ainda insiste em seguir o ensinamento da Bíblia de “Não deixando de congregar-nos”.

Segundo China Aid, no passado, um líder comunitário tentou persuadir o Pregador Dai a abandonar sua crença cristã e não participar de mais reuniões cristãs.

As autoridades libertaram todos os cristãos que haviam apreendido naquele domingo de 22 de agosto, exceto o irmão He e o irmão Dai. Os policiais continuaram a manter o irmão He em sua estação, e também ainda detiveram o irmão Dai — com a duração de sua detenção ainda desconhecida.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending