Siga-nos!

igreja

Pesquisa mostra que pastores estão divididos sobre uso de tecnologias

Uso de tecnologias em meio a pandemia divide opiniões.

Michael Caceres

em

Igreja Online
Igreja On-line (Foto: Direitos Reservados/Deposiphotos)

A Envisionar, organização voltada para a capacitação de líderes, divulgou a segunda parte da pesquisa realizada com pastores e líderes evangélicos, desta vez tratando sobre  uso de tecnologias em meio à pandemia causada pelo coronavírus.

Na primeira parte da pesquisa, divulgada com exclusividade pelo Gospel Prime, a organização concluiu que a maioria dos pastores está com algum nível de estresse por causa da pandemia e que grande parte deste estresse está concentrado em questões envolvendo o ministério.

Como a pesquisa está sendo divulgada em partes, a segunda parte trata sobre questões relacionadas ao formato dos cultos, incluindo o uso de tecnologias. De acordo com a pesquisa, 56% diz que sua igreja se sente muito adaptada ou adaptada com o uso de tecnologias.

Os resultados da pesquisa foram:

Muito Adaptada/Familiarizada 9%
Adaptada/Familiarizada 47%
Pouco Adaptada 42%
Nem um pouco adaptada 2%

“Todos tivemos que nos tornar tecnológicos na pandemia. No entanto, apenas 9% das igrejas estão muito familiarizadas com isto. Outros 47% estão apenas familiarizadas. Isto representa 56% do todo, o que equivale à quantidade de igrejas com mais de 250 membros. Elas tentaram reagir rápido à crise mesmo usando os poucos recursos que tinham”, destaca a pesquisa.

Ainda de acordo com a pesquisa, “os 9% de igrejas muito familiarizadas com tecnologia equivalem aos cerca de 8% de igrejas com mais de 1.000 membros que já possuem departamentos de comunicação, equipamentos e que já faziam suas transmissões regularmente”.

Os 42% de igrejas pouco familiarizadas com tecnologia indicam igrejas pequenas com menos de 100 membros onde ainda tudo era orgânico. Muitas destas igrejas estão sofrendo mais para se adaptar a este novo momento”, continuou.

Formato dos Cultos

Sobre o formato dos cultos, se as igrejas pretendem manter os cultos online, 65% disseram que sim, enquanto que apenas 11% responderam que não, que devem encerrar o formato de cultos online quando as atividades forem retomadas nos templos.

Outros 20% dos entrevistados disseram que ainda estão avaliando, enquanto que 4% disseram que nem pararam para pensar a respeito.

Faixa etária

Para o levantamento foram consultados pastores com idade acima de 20 anos, sendo que 33% tem abaixo de 40 anos de idade, 58% tem entre 40 a 60 anos de idade e 9% tem acima de 60 anos de idade. De acordo com a pesquisa, isto indica neste levantamento, que para cada 2 pastores ou líderes entre 40 a 60 anos de idade, temos apenas um pastor ou líder abaixo de 40 anos de idade para substituí-los.

Membros

A pesquisa indica também que cerca de 75% das igrejas no Brasil tem menos de 250 membros, e apenas 3,5% são megaigrejas com mais de 2.000 membros. As chamadas megaigrejas se destacam mais, e podem ter um papel de referência, mas lidam com desafios similares aos das igrejas menores.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending