Siga-nos!

Sociedade

Pergaminhos da Torá escaparam de incêndio no Museu Nacional

Os rolos estavam num prédio anexo, na seção de obras raras

Avatar

em

Torá do Museu Nacional

Os manuscritos da Torá em hebraico, ao todo nove rolos, que pertenciam ao acervo do Museu Nacional, RJ, foram salvos do incêndio que aconteceu no último domingo (2). O maior museu de história natural do Brasil foi destruído, perdendo um acervo de aproximadamente 20 milhões de itens.

Os rolos da Torá, texto sagrado do judaísmo, pertenceram a Dom Pedro II, no século XIX. Eles datam de 400 a 1000 anos atrás e foram tombados, em 1998, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), pela sua importância arqueológica e bibliográfica.

O motivo de terem escapado do fogo foi por terem sido transferidos antes do incêndio para um prédio anexo. A seção de obras raras da Biblioteca do Horto fica localizada na Quinta da Boa Vista, próximo ao Museu Nacional, onde o incêndio não alcançou. Com informações O Globo

Cris Beloni é jornalista, teóloga e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de Jornalismo Investigativo Bíblico e é autora do livro Derrubando Mitos.

Publicidade