Siga-nos!

Sociedade

Pensando nas eleições municipais, PT quer aproximar ministro dos padres da capital paulista

A intenção é acabar com o boicote ao partido promovido pela Igreja Católica nas eleições de 2010

Avatar

em

O Partido dos Trabalhadores já está pensando na estratégia para levantar mais votos para o futuro candidato à prefeitura da cidade de São Paulo, o ministro Fernando Haddad (Educação). Uma das formas encontrada foi se aproximar de e líderes católicos para eliminar vestígios do boicote pregado por parte da cúpula da Igreja aos petistas na campanha de 2010.

Por esse motivo, Haddad já está bem próximo do padre Rosalvino Viñayo, de Itaquera (zona Leste da capital). O próximo passo do ministro será se aproximar de Dom Angélico Bernardino, da Brasilândia (zona Norte).

Um filiado ao PT garante que quando o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva resolver mostrar que defende a candidatura de Haddad, a resistência interna do partido quanto ao nome do ministro irá acabar. “Quando ele mergulhar de cabeça, ninguém segura”, afirma um grão-petista.

Com informações Folha de São Paulo

Publicidade