Siga-nos!

Internacional

Pastores são liberados em Laos depois de dois meses de prisão

Eles foram presos por estarem portando um DVD sobre o Fim dos Tempos

em

Três pastores cristãos foram soltos em Laos depois de passarem mais de dois meses presos sob a acusação de estarem usando um DVD para converter pessoas.

Em 5 de fevereiro um policial apreendeu três cópias do DVD “Fim dos Tempos” em uma loja no mercado do distrito de Phin, na província de Savannakhet, e resolveu prender os três pastores e também o dono da loja que foi liberado em seguida.

A defesa alega que cada cópia do DVD pertencia a um dos pastores, mas a polícia não acreditou. Os pastores Bounma, Somkaew e Bounmee ficaram presos e há relatos de maus-tratos. Bounma, por exemplo, foi chutado e espancado pelo policial que o prendeu.

A Christian Solidarity Worlwide (CSW) acompanhou o caso e confirmou que de fato eles foram soltos. O diretor da organização, Andrew Johnston celebrou a decisão da justiça local e afirmou que estava muito preocupado com os pastores.

“Instamos as autoridades do Laos a protegerem o direito à liberdade de pensamento, consciência e religião, para garantir que os presos não sejam submetidos à tortura ou a tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes, de acordo com as obrigações do governo do Laos acertadas sob o Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos”, disse Johnston.

Em Laos os cristãos estão sob vigilância e as atividades das igrejas são limitadas e aqueles que trocam de religião são agredidos pela própria comunidade. Com informações Portas Abertas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE