Siga-nos!

Sociedade

Pastor questiona se Anitta é cantora ou prostituta; cantora responde

Otoni de Paula afirma que a postura da artista tem erotizado crianças

Avatar

em

Otoni de Paula e Anitta

O pastor-vereador Otoni de Paula (PSC-RJ) envolveu-se numa saia justa nesta sexta-feira (1) ao afirmar que a cantora pop Anitta era uma “vagabunda de quinta” por meio de um texto chamado “Cantora ou garota de programa?”.

No texto, o líder afirmava que Anitta promovia a sensualidade para o público infanto-juvenil e que sua atitude era diretamente relacionada a sua “responsabilidade profissional”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Depois da publicação do texto, Anitta se manifestou publicamente e respondeu o político ironizando o fato de ter sido supostamente chamada de garota de programa no texto publicado pelo vereador.

“Não trabalho nesta função. Sou cantora, empresária, compositora, coreógrafa e outros negócios (que não são da indústria pornográfica) mas que são tantos que teria que ficar algumas horas aqui escrevendo. Dou emprego pra aproximadamente 50 famílias DIRETAMENTE”, afirmou Anitta.

A artista acredita que a publicação de Otoni teria o objetivo de trazê-lo em destaque nas mídias sociais. “Sei como é importante e estratégico usar um nome de notoriedade na mídia para ganhar e espaço e assim começar a divulgar seu trabalho próximo ao ano eleitoral”, argumentou.

O evangélico respondeu: “Anitta, meu problema não é com você e muito menos com seu direito a ser sensual. Meu problema é com as milhares de crianças que você com seu carisma, dado pelo Criador, tem feito por todo país”.

“Talvez por você não ser mãe ainda, não perceba o quanto suas músicas e dança tem contribuído para a erotização de crianças e adolescentes por todo país. Anitta, a prostituição infantil passa por aí, acredite pedófilos de plantão nunca precisaram da sensualidade da criança para serem o que são, mas com a erotização delas eles se sentem com mais razão para atacar nossas crianças”, acrescentou.

Anitta ainda utilizou uma publicação recente de Otoni acerca da violência à mulher e disparou: “Amore, já que toda mulher precisa ser respeitada você poderia apagar o post onde me chama de garota de programa sem nenhuma prova aparente baseado em um pré-julgamento e um preconceito contra a sensualidade?”, questionou. Otoni não apagou.

Confira o post:

CANTORA OU GAROTA DE PROGRAMA?Primeiro quero pedir perdão por publicar essa foto de tremendo mau gosto. Mas eu…

Posted by Otoni de Paula on Wednesday, August 30, 2017

Jornalista pela Universidade Federal de Goiás, é autor de textos pelo Gospel Prime desde 2016.

Continua depois da publicidade