Siga-nos!

Mundo Cristão

Pastor esclarece participação de David Luiz no movimento Escolhi Esperar

Nelson Jr. do Eu Escolhi Esperar diz que pelo menos 70% dos participantes do movimento não são mais virgens

em

O batismo do jogador David Luiz repercutiu no mundo inteiro, mas de forma negativa. Por ser batizado pelo pastor Nelson Júnior, líder do movimento “Eu Escolhi Esperar”, diversos veículos confundiram e anunciaram que o atleta de 28 anos ainda era virgem.

O assuntou gerou muita polêmica e o zagueiro do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira precisou dizer que já teve relações sexuais sim, mas que hoje entende que esperar pelo casamento é a melhor escolha que um jovem pode fazer.

Agora quem foi procurado para esclarecer o caso foi o pastor Nelson Júnior que deu entrevista dizendo que uma coisa foi o batismo e outra o movimento que prega sobre virgindade.

“O batismo, na verdade, eu fiz como pastor, não tem ligação com o Eu Escolhi Esperar. Por acaso, o idealizador da campanha sou eu. O batismo foi só uma reafirmação da fé dele. O pessoal associou batismo com virgindade, misturou informação”, disse.

O pastor entende que o caso de David Luiz não é o único, e afirma que a maioria que apoia o Eu Escolhi Esperar já teve relações sexuais no passado.

“Acho que 70% do público que participa da nossa campanha não é mais virgem. A maioria do nosso público já teve relações sexuais e, por alguma razão, faz a opção de se preservar agora, em um novo relacionamento. Eu acho que o David é mais um que está dentro desse sentimento de pessoas que já tiveram experiência e que agora desejam construir algo novo”.

Esse tipo de escolha é pessoal, mas o pastor considera interessante que pessoas públicas como o jogador David Luiz se posicione a respeito disso.

“Apesar de não ter tido a intenção de que as coisas se tornem públicas, é muito bom que pessoas como o David Luiz levantem essa bandeira. A gente está carente de referências, é muito bom que uma pessoa influente defenda publicamente posições que possam ajudar outras pessoas. Por exemplo, valores como família, o sexo – que é banalizado nos nossos dias – relacionamentos. Quando uma celebridade se posiciona para valores, seja qual for, é muito bom para uma sociedade que banalizou tantos temas”, disse o pastor em entrevista à Band.

  • Estudos Bíblicos 1 dia atrás

    Especialista em pregação bíblica ensina elaborar sermões impactantes em 30 dias