Siga-nos!

Tecnologia

Pastor é suspenso pelo Facebook por criticar homossexuais que defendem o Irã

Religioso de Washington (EUA) criticou homossexuais que defendem o governo iraniano

em

Facebook. (Foto: Kon Karampelas / Unsplash)

O pastor Ken Peters, da Covenant Church de Spokane, Washington (EUA), usou seu Twitter para dizer que foi suspenso do Facebook após fazer uma publicação criticando o tratamento que o Irã oferece a pessoas homossexuais.

Na postagem ele escreveu: “LGBTQ apoiando o Irã é como galinhas apoiando o KFC”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Se referindo aos grupos de esquerda que estavam defendendo o governo iraniano diante dos conflitos entre Irã e Estados Unidos.

Por esta declaração, o pastor ficou suspenso da rede social por três dias.

Com mais de 4 mil seguidores em sua página, o religioso teve a conta devolvida após o prazo e voltou a fazer postagens normalmente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE