Siga-nos!

Mundo Cristão

Pastor é preso por “perturbar a paz” ao pregar próximo a evento gay

Após pagar fiança, ele foi orientado a não passar próximo a nenhum evento LGBT na cidade de Toronto, Canadá

Avatar

em

David Lynn. (Foto: Reprodução / Facebook)
Publicidade

O pastor David Lynn, do Christ’s Forgiveness Ministries, no Canadá, foi preso na última terça-feira (4) por evangelizar na “Gay Village”, um evento que acontece em Toronto.

O religioso não estava pregando contras os homossexuais, mas sim realizando um excursão de pregar por toda a cidade. A passeata dele começou no bairro Church-Wellesley.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

Nos vídeos compartilhados é possível ver o pastor explicando a quem pudesse ouvi-lo que todos são pecadores, heterossexuais e homossexuais, e que todos violam as leis de Deus.

“Jesus morreu pelo pecador. Você sabia que toda pessoa é pecadora?”, declarava Lynn.

“Todo homossexual pecou. E o pecado é quando nós violamos as leis de Deus e nos opomos às coisas da fé”, continuou.

Neste momento o pastor foi cercado pelas pessoas que, carregando símbolos do movimento LGBT, impediram que ele seguisse caminhando.

Continua depois da Publicidade

Algumas pessoas seguravam placas com dizeres: “amor é amor” e “se sua religião ensina você a odiar, então você precisa de uma nova religião”.

O pastor tentou mostrar que não estava ali para desrespeitar ninguém e questionava se ele poderia ser respeitado como um cidadão cristão.

A polícia foi chamada e o pastor foi preso por causar distúrbio. Lynn tentou dizer que ele não feriu a lei, mas foi levado mesmo assim. A denúncia dizia que ele estava fazendo comentários depreciativos sobre os homossexuais.

Continua depois da Publicidade

O pastor só foi liberado depois de pagar fiança, ainda sim, foi lhe ordenado ficar longe de qualquer evento homossexual na cidade, segundo o Global News.

 

Publicidade