Siga-nos!

igreja perseguida

Pastor diz que em breve cristãos podem ser banidos das redes sociais

Pastor escocês diz que o fim está próximo e faz alerta sobre Big Techs.

Michael Caceres

em

Big Tech
Redes sociais (Foto: Thomas Ulrich/Pixabay)

O pastor Andrew Owen, da Destiny Church, em Glasgow, na Escócia, teme que a decisão das redes sociais de banir o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acabe alcançando os cristãos. Ele acredita que as gigantes da mídia social poderão censurar os cristãos em breve.

Em uma carta direcionada aos membros de sua igreja, o pastor comparou a restrição as liberdades individuais impostas supostamente para conter o avanço da covid-19 com a possível mudança na liberdade de expressão nas redes sociais.

Ele disse que “tudo isso pode mudar mais cedo do que pensamos, e não estou falando sobre o vírus”, apontando que a decisão de empresas como Facebook, YouTube e Twitter de banir permanentemente Donald Trump demonstra a possibilidade de uma “mudança sísmica” no mundo.

“Pela primeira vez, vimos os grandes gigantes da tecnologia (Google, Apple, Facebook, Twitter, Amazon …) decidirem que os pensamentos, idéias e opiniões de algumas pessoas não deveriam ser compartilhados com o resto do mundo, e bloquearam dezenas de milhares de contas, fechando muitas delas permanentemente “, escreveu ele.

Owen advertiu, segundo o Christian Today, sobre como os valores da Bíblia e os valores da sociedade estavam “em rota de colisão” e que os cristãos seriam colocados em uma situação de ter de escolher entre o politicamente correto e o que é “biblicamente correto”.

“Atualmente, uma ideologia anti-Deus está tomando conta de nosso planeta com muita firmeza e excluindo muitas pessoas, incluindo cristãos, da arena pública”, disse ele. “A cultura do cancelamento de muitas universidades agora alcançou você e eu”, continuou.

Ele acrescentou: “Aproveitamos ao máximo a igreja online durante esses bloqueios, mas agora é uma possibilidade real que, talvez daqui a um ou dois anos, o Facebook, YouTube e outros possam proibir a igreja online e banir qualquer conteúdo cristão.”

Owen terminou dizendo que o fim estava próximo, mas os cristãos deveriam “permanecer positivos” e usar todas as oportunidades para compartilhar o Evangelho.

“Já me perguntaram tantas vezes, essas coisas mais uma pandemia global são os sinais do fim dos tempos”, disse ele. “A resposta é a contagem regressiva para o fim, mas Jesus disse que o verdadeiro sinal do fim será um avivamento global, o evangelho será pregado com grande sucesso até os confins da terra”, continuou.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending