Siga-nos!

Política

Deputado eleito, ligado à Universal, é preso em operação da PF no Acre

Operação “Santinhos” deteve o pastor Manuel Marcos, eleito deputado federal

Publicado

em

Manuel Marcos
Publicidade

Dois deputados eleitos foram presos na “Operação Santinhos”, deflagrada pela Polícia Federal no Acre. Nesta terça-feira (11), os policiais cumpriram 17 mandados de busca e apreensão em residências e gabinetes de investigados por desvios de recursos públicos.

Os dois deputados presos são do PRB. Doutora Juliana, eleita para a Assembleia Legislativa e o pastor Manuel Marcos, que é vereador, mas em 2018 foi eleito para a Câmara Federal.

Manuel Marcos também é pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus. Já foi coordenador do movimento Força Jovem do Estado do Acre. Desde 2009 é presidente do Partido Republicano do Brasil (PRB) no Estado do Acre.

Outras seis pessoas foram detidas hoje na ação de combate a desvios de recursos públicos do fundo partidário e fundo especial de financiamentos de campanha. Segundo o G1, a assessoria dos parlamentares não quis se pronunciar.

Mais de 100 policiais estiveram na Câmara de Vereadores e na Assembleia Legislativa do estado do Acre (Aleac). A operação também quer buscar elucidar outros crimes eleitorais e lavagem de dinheiro.

Publicidade

A assessoria de imprensa da Igreja Universal declarou em nota:

“Com referência ao vereador Manuel Marcos, a Igreja Universal do Reino de Deus informa que qualquer integrante do corpo eclesiástico – bispos e pastores – que decida ingressar em carreira política, obrigatoriamente, licencia-se da Igreja e passa a se ocupar exclusivamente da atividade pública.

Esclarecemos, ainda, que acompanharemos o desenrolar dos fatos. A Universal sempre procura avaliar se a conduta do pastor, ainda que licenciado, continua compatível com os preceitos éticos e morais exigidos de seus oficiais”.

Trending