Siga-nos!

Internacional

Pastor da Assembleia de Deus diz que gays causaram o Dilúvio

Entrevista polêmica aumentou o debate sobre apoio ao casamento gay nos EUA

em

Aaron Fruh, pastor da Assembleia de Deus de Knollwood, no Alabama, tem gerado polêmica com suas declarações mais recentes. Em um programa de rádio ele afirmou que o casamento gay fez com que Deus mandasse o dilúvio sobre a Terra.

Falando para a emissora American Family, ele estava comentando sobre os episódios de boicote iniciados nos EUA contra a cadeia de lanchonetes Chick-fil-A após ela afirmar que não apóia entidades que lutam pelos direitos homossexuais. Retomando um antigo debate sobre o relato bíblico, Fruh lembrou que Deus só poupou Noé, sua família e os casais de animais.

“Deus sabia que as pessoas na Terra iam destruir a si mesmas com o casamento gay. Então, Deus provocou o dilúvio”, disse o pastor à Radio. Ele ainda lançou um desafio aos ouvintes: “Encontre qualquer sociedade na história humana que já tentou essa experiência [apoiar o casamento homossexual] e sobreviveu para contar como foi. Todas elas foram destruídas”, afirmou.

Logo em seguida, declarou: “Deus sabia que as pessoas na terra iam destruir-se através do casamento com o mesmo sexo e por isso que ele enviou o dilúvio”.

“Como disse Dan Cathy [presidente do Chick-Fil-A], nós estamos colocando o punho no rosto de Deus”, disse Fruh.

Ligado a movimentos de direita, o pastor é apresentador de um programa religioso na TV do Alabama. Ele é casado e tem quatro filhos. Imediatamente suas declarações repercutiram e foram criticadas por diferentes associações LGBT que tem travado uma verdadeira guerra midiática contra os cristãos nos EUA por conta das tentativas de legalização em todo o país do casamento gay.

A rede de lanchonetes, que tem mais de 1.600 filiais nos Estados Unidos, pertence a Rick Santorum, ex-presidenciável republicano. Prefeitos de três cidades norte-americanas já disseram que a rede não é bem-vinda em suas comunidades. Milhares de cristãos tem se posicionado a favor da campanha do Chick-Fil-A em prol do “casamento bíblico” entre um homem e uma mulher.

Foi lançado um movimento para que na próxima segunda-feira as pessoas que concordam com isso devem almoçar ou jantar os sanduíches do Chick-Fil-A.

Até mesmo o evangelista Billy Graham que está aposentado e passa por problemas de saúde enviou uma carta aberta, posicionando-se ao lado da lanchonete e afirmando que os padrões morais estão em franca decadência nos dias de hoje, ao mesmo tempo em que as pessoas elegeram a tecnologia e o sexo como seus falsos deuses.

Publicidade