Siga-nos!

Internacional

Pastor adepto da Teologia da Prosperidade é preso após agredir filha

Caso de Creflo Dollar reacende debate sobre testemunho atual da igreja

Avatar

em

O pastor Creflo Dollar, líder da megaigreja World Changers International, em Atlanta, Geórgia e um dos expoentes do chamado Evangelho da Prosperidade, decepcionou muitos fieis esta semana. Ele foi preso depois de supostamente agredir sua filha adolescente.

Reunindo cerca de 30.000 membros a cada semana, seu ministério tem um templo milionário que se assemelha a uma nave espacial, com uma cúpula dourada no alto. Dollar disse em um comunicado oficial que nunca prejudicaria seus filhos e que os fatos foram distorcidos.

Leia mais...

Ministros da Teologia da Prosperidade pregam que Deus recompensa os fiéis com riquezas e dons espirituais. Pastores como TD Jakes, além de Creflo Dollar, são os expoentes do movimento entre a comunidade evangélica negra.

O Evangelho da Prosperidade é um ensinamento evangélico que ficou fortalecido após a expansão da economia dos Estados Unidos após a Segunda Guerra, diz Jonathan Walton, professor de moral cristã na Universidade de Harvard e autor de livros sobre o assunto.

A ênfase dessa teologia é a generosidade prometida por Deus nesta vida e na capacidade de os crentes reivindicarem isso para si. Se Deus nos ama, ensinam eles, irá nos recompensar com uma casa nova, um bom emprego, ou uma muita saúde, diz Walton. “Deus quer que sejamos prósperos” é o lema do movimento.

Um dos problemas que os conservadores tendem a ter com a teologia da prosperidade é o seu foco na prosperidade material, diz Ben Phillips, professor de teologia no Seminário Teológico Batista Southwestern em Houston.

“O Evangelho da Prosperidade tende a mascarar a maior necessidade que qualquer pessoa tem, ou seja, se reconciliar com Deus mediante a fé em Cristo”, diz Phillips. O importante é que Deus é nosso bem supremo”, continua.

Tom Brown, pastor sênior da Igreja Palavra de Vida em El Paso, Texas, diz que riqueza e prosperidade são o que Deus deseja para nós.

“Assim como qualquer mãe gosta de ver seus filhos se divertem, Deus se deleita em ver Seus filhos usarem bem o que seu dinheiro pode comprar”, escreve Brown no site de seu ministério. “Eu acredito que Deus é amor e Ele deseja nos dar a melhor vida que podemos  ter.”

Os críticos podem dizer os seguidores da prosperidade estão errados, mas os fiéis pensam ao contrário. Os pregadores dessa mensagem tendem a ser tornar muito populares, mas isso não significa que suas vidas sejam perfeitas. O caso de Creflo e de outros que no passado tiveram problemas com escândalos financeiros ou sexuais reascende entre os evangélicos o debate de que tipo de mensagem as pessoas esperam ouvir e que tipo de evangelho tem sido apresentado às pessoas. Toda vez que um desses ministros aparece na mídia acaba chamando mais atenção ainda para si e os números indicam que isso não afasta os membros de suas igrejas, pelo contrário, em alguns casos atraem mais pessoas ainda.

Traduzido e adaptado de CNN

Continue lendo