Siga-nos!

Ciência & Saúde

Paquistão bloqueia Twitter por concurso de caricaturas de Maomé

Diante do que eles consideraram como blasfêmia, o microblog não pode ser acessado tendo o link bloqueado pelos servidores locais

Avatar

em

Publicidade

A Autoridade de Telecomunicações do Paquistão (PTA) resolveu bloquear o acesso ao site Twitter para evitar a divulgação de um concurso de caricaturas de Maomé.

Para eles o site precisou ter o acesso impedido por ter “conteúdos blasfemos e incendiários”. O concurso pedia para que os participantes desenhassem caricaturas do profeta do Islã, causando indignação no país.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

O chefe da PTA, Muhammad Yassen disse ao jornal online “Express Tribune” que tomou a providência de impedir o acesso ao microblog. “Acabamos de notificar a orientação aos provedores de serviços. Não posso dizer por quanto tempo o site ficará bloqueado”.

Durante todo o dia 20 de maio, domingo, os paquistaneses não puderam acessar o Twitter. Yaseen disse que chegou a pedir aos administradores da rede social que colocassem um fim a discussão sobre o profeta Maomé, assunto esse considerado pelas autoridades de Islamabad como insultantes. “Mas o Twitter rejeitou nosso pedido”, disse o chefe da PTA.

Diante da negativa dos donos do microblog o jeito foi pedir para que o link www.twitter.com fosse bloqueado. O presidente da Associação de Provedores de Serviços da Internet (Ispak), Wahajuz Siraf, aprovou o pedido do governo e realizou o bloqueio antes mesmo de notificar os provedores.

Outros sites de relacionamentos já foram bloqueados temporariamente pelas autoridades paquistanesas entre eles o Facebook e YouTube. Todos por razões similares, apresentando conteúdos que difamem o profeta do islã.

Continua depois da Publicidade

Com informações Vírgula

Publicidade

Receba nossas notícias e colunas diretamente no seu WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo Gospel Prime!


Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending