Siga-nos!

sociedade

Papa usa o termo “viadagem” para falar contra homossexualidade

O Vaticano divulgou uma comunicado com um pedido de desculpas, reiterando a necessidade de receber homossexuais na igreja.

em

Papa Francisco (Foto: Reprodução/AP)

Em uma reunião recente, o Papa Francisco causou polêmica ao usar uma expressão vulgar em relação aos homossexuais. Segundo a agência de notícias italiana Ansa, o pontífice usou o termo “frociaggine”, que pode ser traduzido como “viadagem”, durante um encontro com bispos romanos.

Segundo a Revista Oeste, durante a reunião, o Papa Francisco expressou que jovens com tendências homossexuais não deveriam ser permitidos a entrar em seminários. Esta não é a primeira vez que o pontífice usa este tipo de linguagem. Os principais jornais italianos revelaram que, em 20 de maio, ele também orientou bispos italianos a não aceitarem padres abertamente gays, e que os seminário estão “cheios de viadagem”.

A declaração provocou uma forte reação da imprensa italiana e da comunidade LGBT. Após o vazamento da informação, o Vaticano divulgou um comunicado em que o Papa pediu desculpas, afirmando que nunca teve a intenção de ofender ou se expressar com termos homofóbicos. O porta-voz do Vaticano reforçou que o pontífice reitera a necessidade de receber pessoas homossexuais na igreja, embora com cautela sobre sua admissão em seminários.

No ano passado, ele permitiu que padres abençoassem casais do mesmo sexo, uma decisão que gerou reações fortes da ala mais conservadora da igreja.

Trending