Siga-nos!

Mundo Cristão

Papa descarta permitir padres casados na Amazônia

Possibilidade havia sido aprovada em sínodo como resposta à escassez de sacerdotes na região.

Michael Caceres

em

Papa Francisco no Sínodo da Amazônia (Foto: Cris Bouroncle/AFP/Getty Images)

O papa Francisco, líder máximo da Igreja Católica, descartou a possibilidade de permitir padres casados na Amazônia, algo que vinha sendo cogitado para evitar a perda de fiéis.

Nesta quarta-feira (12), o pontífice católico descartou a possibilidade, mesmo após a proposta ter sido aprovada por 128 votos a 41 no sínodo sobre a floresta, realizado em outubro.

A estratégia tinha como foco solucionar o problema da escassez de sacerdotes na região, mas precisava do aval do argentino, que preferiu rejeitar a ideia.

Na chamada exortação pós-sinodal, o papa tratou sobre a questão da falta de padres para a região da floresta tropical, em um documento chamado “Querida Amazônia”.

Os católicos estão com receio do avanço dos evangélicos na região, já que há muitos trabalhos missionários sendo realizados por enviados de diversas denominações.

Francisco apela no documento para que jovens seminaristas latino-americanos sejam incentivados pelos bispos “a optarem” pela Amazônia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE