Siga-nos!

Israel

Palestina assume presidência de bloco na ONU que inclui o Brasil

São 134 nações “em desenvolvimento” sob o comando de Mahmoud Abbas

Publicado

em



O presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, viajará para Nova York nos próximos dias para assumir a presidência do maior bloco de países em desenvolvimento das Nações Unidas.

Em julho, o bloco, conhecido como o Grupo dos 77, escolheu o “Estado da Palestina” para servir como seu próximo líder.

“Continuaremos avançando e realizando conquistas, uma após a outra”, disse Abbas a um grupo de jornalistas egípcios, segundo o site oficial de notícias da AP, Wafa. “Nos próximos dias, irei a Nova York para assumir a presidência do Grupo dos 77. Isso é algo que fortalecerá o status do Estado da Palestina na arena internacional.”

Com liderança rotativa, o chamado “grupo dos 77” países que frequentemente trabalham juntos na Assembleia-Geral da ONU. Fundado em 1964 com 77 países – daí seu nome – atualmente conta com 134 nações, incluindo Egito, Arábia Saudita, Brasil, Tailândia e Índia. Ao longo dos anos, foi agregando países como a África do Sul, Catar, Cuba, Cingapura e Angola, e atualmente representa cerca de 80% da população mundial.

Na liderança do bloco, a Palestina poderá co-patrocinar propostas e emendas, fazer declarações e levantar moções. Em outubro de 2018, tanto Israel quanto os EUA expressaram forte oposição à concessão de mais direitos aos palestinos na ONU, por não ser um país reconhecido pelo órgão e manter o status de “observador”.

A situação que se apresenta será um novo desafio para o Itamaraty, que tem se aproximado de Israel e feito fortes críticas à ONU e sua agenda.



Publicidade
Publicidade