Siga-nos!

Opinião

Os filactérios dos fariseus e a imagem dos artistas do mercado gospel

Deixem a imagem bonitinha pra depois, é preciso nascer de novo, nascer do Espírito!

Avatar

em

Menino judeu com filactérios. (Foto: Aleks Megen / Pixabay)

No capítulo 23 de Mateus, Jesus vai se referir às características dos escribas e dos fariseus de sua época. E, me chama a atenção o versículo 5 onde Jesus vai dizer que os fariseus usavam largos filactérios, e que alargavam as franjas das suas vestes.

O filactério usado pelos fariseus era o nome dado a duas caixinhas de couro presas a uma tira de couro, e dentro delas estavam os 4 trechos da Torá em que se baseia o seu uso. (Êxodo 13:1-10, Êxodo 13:11-16, Deuteronômio 6:4-9 e Deuteronômio 11:13-21).

Os fariseus usavam vestes denominadas Talit e Tsitsi, cujas pontas continham franjas. E, eles se baseavam nos textos bíblicos de Números 15:38 e Deuteronômio 22:12 para usar tais franjas.

Ocorre que naquela época, os fariseus usavam os filactérios e as franjas em suas vestes, a fim de serem vistos pelos homens nas ruas, para talvez, demonstrarem o quão santos e religiosos eles eram.

Nessa passagem de Mateus 23, Jesus vai combater a falsa santidade dos fariseus, dizendo que a imagem que eles criavam de santos, era na verdade pura hipocrisia.

Inclusive, um fariseu chamado Nicodemos, que era uma autoridade entre os judeus, foi falar com Jesus sobre os sinais e milagres que ele realizava. Jesus vendo que Nicodemos era um homem religioso, disse a ele que para alguém ver o Reino de Deus, era necessário nascer de novo. Era necessário nascer do Espírito! (João 3:1-21). Ou seja, era necessário ser verdadeiramente transformado.

Quanto à nossa contemporaneidade, acabamos de ver um acontecimento bastante triste, que foi o tal áudio vazado pelo namorado da cantora gospel Daniela Araújo, confessando fazer uso de drogas ilícitas.

A divulgação desse áudio caiu como uma bomba no meio evangélico, pois como poderia alguém ser crente, cantar músicas de adoração a Deus, ter uma imagem de pessoa santificada, e usar drogas?

Bingo! Descobriram que o cristão é pecador e é capaz de fazer coisas terríveis. Sim! Somos todos da natureza pecaminosa de Adão.

Mas onde quero chegar com isso? Alguém já experimentou pesquisar na área de imagens do Google o nome de algum cantor ou cantora gospel?

Nas imagens, surgirão fotos desses cantores dos mais diversos tipos, como: de mãos juntas, como se estivessem fazendo alguma prece aos céus, de olhos fechados como se estivessem orando, ou com os braços levantados, como se estivessem adorando ao Senhor.

São fotos comerciais, para utilização de suas equipes de marketing. Utilizadas na promoção de um CD novo, de um DVD, de um show ou do website do artista gospel.

Como os “fãs”, principalmente os jovens da igreja, vêem esses artistas? Os vêem exatamente da forma como eles se “vendem”. Como pessoas religiosas, santificadas, adoradoras, perfeitas, etc.

Os jovens começam a cantar cedo nas igrejas, muitas vezes inspirados por esses artistas do mercado gospel.

Ocorre que assim como os fariseus da época de Jesus, que usavam filactérios e franjas nas vestes, para vender suas imagens de pessoas santas, hoje o artista gospel com suas fotos de olhos fechados (orando), de mãos juntas (fazendo preces), ou de braços levantados (adorando), vendem a mesma imagem de santidade, o que na verdade é um erro. Pois, os crentes são pecadores e vão continuar pecando até morrerem.

O namorado da cantora Daniela Araújo se pronunciou recentemente sobre o áudio, e disse que dentre vários conselhos que as pessoas deram a ele, para lidar com a situação de sua namorada, um deles era o de levar a situação para ser resolvida pelo pastor dela. Ele respondeu que ela não tinha um pastor.

Achei a declaração dele bastante grave, e me dei conta de que muitos desses artistas do mercado gospel, que viajam tanto pelo país para fazerem seus shows, estão fora do corpo de Cristo, não têm mais comunhão com seus irmãos na igreja, não têm um pastor para pedir ajuda e para desabafar, ou seja, de certa forma estão cada vez mais afastados do Senhor.

Assim como eram os fariseus, os artistas do mercado gospel, são apenas uma imagem bonita ou uma voz bonita, mas por dentro, muitos são um poço de preocupação, de ansiedade, de tristeza, de hipocrisia, ou de depressão.

Aos artistas do mercado gospel: Deixem a imagem bonitinha para depois, é preciso nascer de novo, nascer do Espírito! Voltem às origens, voltem a ter comunhão, voltem ao corpo de Cristo, voltem ao Senhor!

Publicidade