Siga-nos!

política

Os deputados que registraram voto contra o fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões

“Golpe do fundão” permitiu o aumento do fundo partidário.

em

Câmara dos Deputados - Foto Pablo Valadares
Câmara dos Deputados (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

Ao votarem a favor do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na última quinta-feira (16), parlamentares da base governista acabaram permitindo o aumento do fundo eleitoral de 2022 para o astronômico valor de R$ 5,7 bilhões oriundos do Tesouro Nacional, um deboche para os cidadãos de bem.

No entanto, muitos vieram foram para as redes sociais tentar justificar seus votos, apesar de não terem articulado contra a aprovação do “golpe do fundão”. O placar pela aprovação da LDO fechou em 278 voros favoráveis e 145 contrários, na Câmara dos Deputados, enquanto que no Senado ficou em 40 votos a 33.

Na prática, a lei define prioridades e metas para os gastos do governo no próximo ano, o que justificaria o voto favorável da base governista, não fosse o vergonhoso fundão, embutido pelo deputado Juscelino Filho (DEM-MA), que alegou “aperfeiçoamento” dos parâmetros do fundo.

Sem detalhar suas reais intenções, afirmou, ainda, ter adotado “parâmetros macroeconômicos conservadores” no texto da LDO, “tendo em vista a expectativa de reaquecimento econômico em 2022”.

Partidos tentam impedir

Os partidos Novo e Podemos tentaram impedir que o inciso 27 do artigo 12, que trata sobre os recursos vergonhosos para campanha eleitora,  fosse aprovado. No entando, a emenda foi rejeitada e o destaque não foi à votação no Senado.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ainda colocou a votação em caráter simbólico, impedindo que cada deputado votasse nominalmente sobre o tema, o que acabou contribuindo para a rejeição da proposta de destaque.

Além disso, a votação em caráter simbólico impediu que os deputados registrassem publicamente os votos e, assim, ao invés de rejeitarem a LDO e preservarem a população do exorbitante valor embutido na proposta, os governistas preferiram votar favorável, enquanto alguns votaram contra por causa do tema.

Para explicar o voto favorável à proposta da LDO, eles afirmam que seria “irresponsabilidade” não aprovar o texto e deixar o país sem Orçamento, mas durante a sessão plenária nem articularam uma votação nominal, com excessão do Novo.

O texto da LDO agora vai para sanção presidencial e o tema do fundão poderá ser vetado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, mesmo que a LDO garanta efinição para as metas e prioridades da administração pública federal, estabelece diretrizes de política fiscal e respectivas metas.

Apesar do voto favorável à LDO, alguns deputados também usaram um dispositivo da Casa para registrarem o voto por escrito no site do Congresso. Até o fechamento da matéria, ao menos 52 dos 513 deputados registraram o voto.

Veja os deputados que registraram voto contra o fundão:

  • Deputado Alan Rick (DEM-AC)
  • Deputada Alê Silva (PSL/MG)
  • Deputada Aline Sleutjes (PSL/PR)
  • Deputada Bia Kicis (PSL/DF)
  • Deputado Bibo Nunes (PSL-RS)
  • Deputado Capitão Wagner (PROS/CE)
  • Deputada Carla Zambelli (PSL-SP)
  • Deputada Chris Tonietto (PSL/RJ)
  • Deputado Coronel Armando (PSL/SC)
  • Deputado Coronel Chrisóstomo (PSL/RO)
  • Deputado Daniel Freitas (PSL/SC)
  • Deputado Daniel Trzeciak (PSDB/RS)
  • Delegado Marcelo Freitas (PSL/MG)
  • Deputado Delegado Waldir (PSL/GO)
  • Deputado DR. Zacharias Calil (DEM/GO)
  • Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP)
  • Deputado Eduardo Cury (PSDB/SP)
  • Deputado Fabio Schiochet (PSL/SC)
  • Deputado Felício Laterça (PSL/RJ)
  • Deputado Filipe Barros (PSL-PR)
  • Deputado General Girão (PSL/RN)
  • Deputado General Peternelli (PSL/SP)
  • Deputado Guiga Peixoto (PSL-SP)
  • Deputado Heitor Freire (PSL/CE)
  • Deputado Hélio Costa Republicanos (SC)
  • Deputada Joice Hasselmann (PSL/SP)
  • Deputado Junio Amaral (PSL/MG)
  • Deputado Léo Moraes (Podemos/RO)
  • Deputado Léo Motta (PSL/MG)
  • Deputado Lucas Redecker (PSDB/RS)
  • Deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL/SP)
  • Deputada Major Fabiana (PSL/RJ)
  • Deputada Mara Rocha (PSDB/AC)
  • Deputado Marcelo Álvaro Antônio (PSL/MG)
  • Deputada Marcelo Brum (PSL/RS)
  • Deputado Marcelo Calero (Cidadania/RJ)
  • Deputado Mário Negromonte Jr. (PP/BA)
  • Deputado Mauro Nazif (PSB/RO)
  • Deputado Nelson Barbudo (PSL/ MT)
  • Deputado Nicoletti (PSL/RR)
  • Deputada Paula Belmonte (Cidadania/DF)
  • Deputado Paulo Bengston (PTB/PA)
  • Deputado Paulo Eduardo Martins (PSC/PR)
  • Deputado Professor Joziel (PSL/RJ)
  • Deputado Rafafá (PSDB-PE)
  • Deputado Samuel Moreira (PSDB/SP)
  • Deputado Ubiratan Sanderson (PSL/RS)
  • Deputado Sanderson (PSL/DF)
  • Deputada Dra. Soraya Manato (PSL/UF)
  • Deputado Vanderlei Macris (PSDB/SP)
  • Deputado Vitor Hugo (PSL/GO)

*Outros deputados contrários ao fundão eleitoral votaram contra a aprovação da LDO por causa do tema.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending