Siga-nos!

Internacional

Banda aproxima judeus, cristãos e muçulmanos usando o “rock ecumênico”

São milhares de fãs das três principais religiões monoteístas que se juntam nas redes sociais para acompanhar os músicos do Orphaned Land

Avatar

em

O grupo de heavy metal Orphaned Land tem ousado em misturar judeus e palestinos mostrando que é possível viver pacificamente. Formada por músicos israelenses a banda tem misturado instrumentos tradicionais do rock com melodias e ritmos do Oriente Médio e isso tem atraído fãs de diversos países daquela região.

As letras do grupo também tentam aproximar as religiões e são baseadas em trechos da Torá, do Novo Testamento e do Corão, apresentando uma “visão ecumênica de espiritualidade” como define o comentarista israelense Roi Ben-Yehuda.

Essa mistura tem sido tão bem aceita que em 2010 a banda Orphaned Land chegou a ser capa de uma revista de rock iraniana e seus integrantes aparecem caracterizados representando as religiões judaica, cristã e islâmica.

“Ao fazer isso, eles conseguem não apenas explorar a sensibilidade estética regional, mas também demonstrar que o povo judeu tem raízes no Oriente Médio, e que o engajamento com a globalização não necessariamente tem de levar ao abandono da cultura local”, disse o crítico.

No Facebook da banda é possível encontrar fãs de todas essas religiões e o mesmo se repete em outras redes sociais onde admiradores do rock, algo não muito comum no Oriente Médio, vindo de países como Líbano, Síria, Turquia e Irã mostram que é possível que judeus, cristãos e muçulmanos possam ter algo em comum.

Com informações Estadão

Publicidade