Siga-nos!

Sociedade

ONG pró-vida dá bolsa de estudo para mulheres que engravidarem sem planejar

A ideia é tirar o estigma negativo sobre a gravidez não planejada, ajudando mulheres a voltarem para os estudos

em

Mulher grávida. (Foto: freestocks.org / Unsplash)

A atriz Ashley Bratcher, ativista anti-aborto, anunciou recentemente o lançamento de uma nova bolsa de estudos projetada especificamente para gestantes que engravidaram inesperadamente.

Segundo Faithwire, a iniciativa chamada de “Unplanned Movie Scholarship”, ligado ao filme “Unplanned”, foi criada em parceria com a Heartbeat International, uma associação cristã que apoia centros de gravidez em crise em todo o mundo.

“Embora os planos possam mudar quando o inesperado acontece, isso não significa que os sonhos precisam parar completamente”, diz a descrição no site da bolsa de estudos .

Mães que engravidaram sem desejar e que resolverem dar continuidade à gestação poderão concorrer a bolsas educacionais para que assim possam conquistar seus sonhos enquanto criam seus bebês. As bolsas são de US$ 5.000 anuais.

Ao falar sobre esse sistema de bolsas de estudo, Bratcher declarou que após o lançamento do filme ela passou a receber inúmeras mensagens de mulheres que foram impactadas depois de assistir ao filme que fala sobre o aborto.

A trama envolve a vida da médica Abby Johnson, que deixou o posto de executiva na Planned Parenthood para se tornar uma defensora pró-vida.

“Recebi um número impressionante de mensagens de mulheres que haviam sido tocadas pelo filme. Algumas descreveram os sacrifícios que fizeram ao escolher a vida, e alguns estavam enfrentando gravidezes não planejadas que temiam interferir em completar ou cursar a faculdade”.

A ideia de oferecer as bolsas é reverter o estigma negativo em torno da gravidez não planejada. “As mulheres podem seguir suas carreiras, viver seus sonhos e ter vidas mais ricas e gratificantes enquanto equilibram a maternidade”, continuou Bratcher.

“Às vezes é preciso apenas uma pequena ajuda.”

Publicidade