Siga-nos!

devocional

Olhos bons e olhos maus

“Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas.” (Mateus 6.22-23)

Cris Beloni

em

Mulher no escuro com luz nos olhos (Victorien Ameline / Unsplash)

O ditado popular que diz que “os olhos são a janela da alma” foi inspirado nesse texto bíblico. Mas do que exatamente o texto está falando? Em que situação nossos olhos são bons ou maus? Vamos ao contexto.

No capítulo 6 de Mateus, Jesus começa alertando sobre as pessoas que só fazem o bem para chamar a atenção. Em seguida, ensina como deve ser a oração sincera, o perdão, o jejum e depois deixa um alerta: “não acumulem para vocês tesouros na terra, mas no céu, pois onde está o seu tesouro, está o seu coração”.

É nesse momento que ele diz que “os olhos são a candeia do corpo”. No decorrer do capítulo, fica claro que aquele que tem “bons olhos” busca primeiro o Reino de Deus. Logo, concluímos que aquele que tem “olhos maus” busca primeiro as coisas desse mundo e se preocupa em acumular tesouros aqui mesmo.

Veja que interessante o que diz o texto de Mateus, no capítulo 20. Após contar a parábola dos trabalhadores na vinha e explicar que os que trabalharam o dia todo receberam o mesmo valor que aqueles que trabalharam só por uma hora, Jesus disse que alguns se indignaram contra o dono daquela terra, que respondeu:

“Não tenho o direito de fazer o que quero com o meu dinheiro? Ou você está com inveja porque sou generoso?” (Mateus 20.15 / NVI)

Agora veja esse mesmo texto, na versão Almeida Revista e Corrigida:

“Não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?” (Mateus 20.15 / ARC)

Você percebeu que o “olho mau” que está na versão Almeida Revista e Corrigida, está como “inveja” na Bíblia NVI.

Então, dentro desse contexto, a pessoa que tem olhos maus não gosta de ver a prosperidade dos outros, nem consegue entender a generosidade. O gesto do dono da vinha foi muito valioso, digno de fazer parte do “tesouro do céu”. Mas alguns trabalhadores estavam ligados apenas no tesouro dessa terra.

Se os seus olhos conseguem enxergar o lado bom dessa parábola, de forma que o seu coração se alegra ao ver que o dono da vinha recompensou a todos com generosidade, seus olhos são bons e estão iluminando a sua alma.

Agora vamos ler alguns versículos do capítulo 6 de Mateus pra ver se mudou o nosso entendimento:

“Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial. Portanto, quando você der esmola, não anuncie isso com trombetas, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem honrados pelos outros. Eu lhes garanto que eles já receberam sua plena recompensa. Mas quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita, de forma que você preste a sua ajuda em segredo. E seu Pai, que vê o que é feito em segredo, o recompensará.” (Mateus 6.1-4)

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são! Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro.” (Mateus 6.19-24)

Ter olhos bons é enxergar como Deus enxerga. Quando Samuel foi enviado por Deus para ungir o próximo rei, na casa de Jessé, ele lançou seu olhar humano sobre aqueles jovens. Pensando que o rei deveria ser o mais belo ou o mais alto, Samuel iria ungir um dos filhos de Jessé, quando Deus disse:

“Não considere a sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração.” (1 Samuel 16.7)

E foi enxergando o coração que Jesus escolheu os seus discípulos. Como sabemos através da Bíblia, eles eram homens comuns, com seus problemas, falhas e limitações. Mas Jesus olhou para eles com “olhos bons” e não levou em conta “quem” eles eram naquele momento, mas no que poderiam se tornar no futuro. Veja também o que a Bíblia diz sobre o “olhar do coração”:

“Oro para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou…” ( Efésios 1.18)

Os “olhos do coração” indicam para a visão espiritual de uma pessoa. O coração é um símbolo de onde brota o amor. Olhar com o coração significa olhar com “bons olhos”, ou seja, enxergar como Jesus enxerga. O texto que estamos estudando diz que “….se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz.”

Sabemos que a luz é Jesus, pois Ele mesmo afirmou isso:

“Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.” (João 9.5)

“Creiam na luz enquanto vocês a têm, para que se tornem filhos da luz.” (João 12.36)

Veja o que Jesus disse a respeito de João Batista:

“João era uma candeia que queimava e irradiava luz…” (João 5.35)

Agora vamos refletir:

A Bíblia diz que devemos ter o olhar fixo em Jesus, autor e consumador da nossa (Hebreus 12.2). Quem olha para Jesus entende que para ser feliz basta o necessário. Veja mais alguns versículos do capítulo 6 de Mateus:

“Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.” (Mateus 6.25-29)

Resumindo

Os olhos bons olham para a luz e buscam primeiro o Reino de Deus

“…a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más. Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, temendo que as suas obras sejam manifestas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se veja claramente que as suas obras são realizadas por intermédio de Deus.” (João 3.19-21)

Tenha olhos bons, seja sal da terra e a luz do mundo!

Estude a Bíblia no Telegram

No grupo de estudos Bíblia Investigada você poderá tirar muitas dúvidas sobre vários textos bíblicos. A proposta de trabalho está baseada no jornalismo, sempre em busca de compreensão das Escrituras através de pesquisas e reportagens que incluem expressões idiomáticas, costumes judaicos e cultura dos povos antigos.

Aqueles textos que parecem confusos ou que são usados de forma inadequada podem ganhar um novo sentido e mudar nossas vidas de maneira muito positiva. A Bíblia é incrível! Quanto mais nos aprofundamos em seus ensinamentos, mais nos transformamos e caminhamos em direção ao Criador.

Se você quer fazer parte desse grupo, acesse gospelpri.me/biblia-investigada

Jornalista e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de "Jornalismo Investigativo Bíblico", é autora dos livros Derrubando Mitos e Apocalipse Investigado. Seus temas envolvem missões transculturais, Igreja Perseguida, teorias científicas, escatologia e análises de textos bíblicos.

Trending