Siga-nos!

Internacional

“Objetos satânicos” são encontrados em parque real escocês

Um pentagrama e um possível altar já foram removidos pela equipe que administra o espaço

em

Símbolos em Palácio Real da Escócia. (Foto: Historic Environment Scotland)

Dois objetos encontrados no Parque Holyrood, em Edimburgo, Escócia, estão sendo ligados a um culto satânico e gerando grande mistério na região. O parque onde os objetos foram encontrados pertence à residência oficial da rainha escocesa.

Um deles é uma placa de metal circular ornamentada com um pentagrama contendo duas figuras: um homem com chifres e uma mulher em pose de rendição. Acredita-se que a figura masculina represente a entidade demoníaca conhecida como Baphomet.

O segundo item achado é uma espécie de altar feito de concreto enterrado no solo, cercado de objetos não especificados. A informação foi dada pelo jornal escocês The Scotsman, que acredita que os objetos sejam pagãos, não satânicos.

O mistério sobre o grupo autor dos objetos se dá pelo fato de que além do satanismo, o paganismo também usa o pentagrama, por isso não é possível dizer qual seria o grupo que teria levado esses objetos ao parque da rainha.

Os objetos foram encontrados pela equipe da Historic Environment Scotland, que administra o parque em nome da rainha.

“Em 2018, os nossos guardas florestais descobriram que um terreno no Parque Holyrood foi obstruído por um pentagrama de metal embutido na terra. Posteriormente, o item foi removido do local […] É uma ofensa criminal realizar obras não autorizadas”, afirmou um porta-voz da Historic Environment Scotland.

Publicidade