Siga-nos!

estudos bíblicos

O que a Bíblia diz sobre o suicídio?

O posicionamento cristão e questões práticas sobre o suicídio.

em

Suicídio. (Foto: Ian Espinosa /Unsplash)

O posicionamento cristão para o suicídio

Evolucionismo, materialismo e ateísmo: propulsores do suicídio

O teólogo pentecostal Abraão de Almeida sugere que “Darwin, Marx, Freud e Sartre podem ser postos entre os maiores responsáveis pela desvalorização da vida nos tempos modernos. Nos conceitos dessas ilustres personalidades acerca do ser humano – a sua origem e o seu futuro – não há praticamente nada de positivo. Em resumo, não passamos de simples animais trabalhadores ligeiramente evoluídos, destinados a fazer na sociedade um papel ridículo, sem nenhum propósito que justifique a existência”. [3]

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Nas palavras do filósofo brasileiro Clóvis de Barros fica evidente como o suicídio pode ser encarado pelos ateus materialistas até mesmo como uma solução plausível para a dor e o desespero. Este filósofo diz que “o suicídio é uma tentativa desesperada de colocar fim a uma tristeza radical. Em outras palavras, o suicídio é uma forma de solução pra vida num contexto muito particular, que é um contexto de você não suportar mais continuar existindo”. Diz ainda que “acabar com essa dor é evidentemente contribuir para uma equação feliz, mesmo que seja com o fim da vida” e que “nesta situação diminuir a dor vale a pena”. [4]

Quando o homem não crê na existência de Deus e encara a vida como um processo sem sentido, cego e não guiado de uma fatídica evolução natural das espécies que desembocará no futuro sabe-se lá em quê, então o suicídio também deixa de ser algo imoral e reprovável, e passa a ser aceito como uma solução, até mesmo como um ato que contribui para uma “equação feliz”. Este é o discurso da antiga serpente, o diabo, que tem arrastado milhares ao suicídio todos os anos, buscando uma equação feliz encontram na verdade a triste e insolúvel equação do tormento eterno. “Sem fé é impossível agradar a Deus”! (Hb 11.6)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A Bíblia, porém, nos diz qual a verdadeira equação da felicidade: crer em Cristo de quem procede a verdadeira alegria (Jo 17.13; Fp 4.4), meditar na Palavra de Deus de dia e de noite (Sl 1.1-3), amar uns aos outros (1Jo 3.11), viver em comunhão com os irmãos (Sl 133), orar a Deus quando o coração estiver entristecido (Tg 5.13) e lançar sobre o Senhor todas e cada uma das necessidades, confiando que Ele cuida de seus filhos (1Pe 5.7; Mt 6.25-34).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Páginas: 1 2 3 4 5

Casado, bacharel em teologia (Livre), evangelista da igreja Assembleia de Deus em Campina Grande-PB, administrador da página EBD Inteligente no Facebook e autor de quatro livros.

Trending