Siga-nos!

Política

O povo brasileiro não aguenta mais crimes, diz Moro ao responder Maia

Rodrigo Maia chamou o ex-juiz de “funcionário de Bolsonaro”

Avatar

em

Rodrigo Maia e Sergio Moro
Rodrigo Maia e Sergio Moro. (Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil)
Publicidade

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deu declarações à imprensa dizendo que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, estaria pressionando a Casa para aprovação do seu projeto de lei anticrime.

Maia tratou Moro como “funcionário de Bolsonaro”, dizendo que o ex-juiz deveria se reportar ao presidente e, então, Bolsonaro deveria lhe procurar.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

Através de uma nota enviada para a imprensa, Sérgio Moro rebateu as falas de Rodrigo Maia e defendeu seu projeto de enfrentamento do crime organizado e da corrupção.

“Talvez alguns entendam que o combate ao crime pode ser adiado indefinidamente, mas o povo brasileiro não aguenta mais”, disse Moro que deseja que seu projeto seja votado com a mesma urgência que a reforma da Previdência.

Para o ex-juiz, ao pedir urgência na tramitação da proposta ele está “atendendo aos anseios da sociedade contra o crime, é que o projeto tramite regularmente e seja debatido e aprimorado pelo Congresso Nacional com a urgência que o caso requer”.

Publicidade

Receba nossas notícias e colunas diretamente no seu WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo Gospel Prime!


Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending