Siga-nos!

Sociedade

“O movimento negro não quer resolver, quer se vingar”, diz o professor

Ele citou diversos personagens negros importantes da história do Brasil

em

Paulo Cruz
Paulo Cruz. (Foto: Reprodução / Facebook)

Durante uma entrevista no programa “Pânico na Band”, o professor Paulo Cruz criticou o movimento negro, dizendo que o objetivo dessa militância é “buscar vingança”.

Reconhecendo que existe pessoas racistas no Brasil, Cruz não acredita que haja uma estrutura racista no país, e cita personagens negros importantes para a história como André Rebouças e José do Patrocínio.

Ao citar suas histórias pessoais familiares, ele entende que existe uma estratégia política para colocar os negros como incapazes e gerar a revolta e a busca por vingança.

“Eu transformo o meu inconformismo em ressentimento. O movimento negro faz isso, ele não quer resolver, quer se vingar”, disse o professor.

Essa não é uma crítica apenas de Paulo Cruz, ele cita que há anos se chegam nesta conclusão.

“Esses movimentos não transformam nada. (…) Eu falo em nome de uma pauta que não tem nada a ver como o meu problema”, completa ele sobre a junção da lei anti-racismo e a lei anti-homofobia.

Assista!

Publicidade