Siga-nos!

Opinião

O cristianismo do século XXI – Um grande sinal da volta do Senhor

O cristianismo vai de mal a pior.

Avatar

em

É lamentável começar um texto dessa forma, mas isso é um fato que, apesar de nossa fé e esperança das almas se renderem aos pés do Senhor, temos que admitir que nunca ouve na história do cristianismo um período tão difícil de se servir ao Senhor com integridade e inteireza de coração. Um tempo em que a Palavra de Deus tem sido distorcida e deturpada por homens que se proclamam embaixadores do Reino dos Céus!

Nunca ouve tantos escândalos, tantas divergências, líderes de grandes denominações envolvidos em tramites que tem levado a igreja do Senhor a se escandalizar, “dizendo-se sábios, tornaram-se loucos”.

Envolvimentos com seitas, guerras de audiência na TV, teologia da prosperidade, “o sagrado e o profano tudo junto e misturado”, tudo isso vem causando feridas no corpo do Senhor, resultando em igrejas frias, mortas espiritualmente, sem a presença do Espírito Santo, pois o Espírito é Santo; Ele precisa de um corpo em santidade para habitar.

Isso graças à mutação que o evangelho vem sofrendo nos últimos tempos, gerando cristãos deformados espiritualmente, sujeitos aos prazeres deste mundo, não há renúncia, não há temor, não há Palavra, não há Deus.

Desde minha conversão sempre ouço a frase de que “ovelha gera ovelha”. O que temos gerado para o Reino de Deus? Estamos mudando a Palavra para agradar aos homens ou temos dito que chegará um dia, o Dia em que Deus julgará todos segundo as suas obras, chegará um dia em que aquele que não tiver o seu nome escrito no Livro da Vida será lançado em um lago de fogo e enxofre? Temos pregado como Jesus pregou? Ele não se ateve ao medo de não agradar os religiosos, doutores da Lei, por isso foi crucificado, por pregar a Verdade independente das conseqüências. Como você tem falado de Deus para seus colegas de trabalho? Será que temos dito o que o Senhor quer que falemos ou temos pregado palavras para massagear o ego das pessoas?

Divagando em minha mente, cheguei à uma conclusão de que se Deus quisesse que nós mudássemos a sua Palavra, se Ele realmente sentisse o desejo de que nós adaptássemos o evangelho Ele deixaria isso escrito. Porventura não teria uma passagem nas Escrituras dizendo “E com o passar dos tempos, pela dificuldade do homem em servir ao seu Senhor com integridade, haverá uma necessidade do homem adaptar essas Palavras, adaptar essa doutrina à seu tempo, para que assim não se perca e se desvie dos caminhos do Senhor seu Deus.”?

Quando veio isso em meus pensamentos, um arrepio me subiu ao corpo ao lembrar-me que ao contrário disso, o apóstolo Paulo deixou escrito na primeira epistola à Timóteo que, “nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus”.

Não bastasse isso, no capítulo 4 Paulo diz que “virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas”.

Meus irmãos, o tempo ao qual Paulo se referia chama-se hoje. É tempo de vigiarmos mais do que nunca para que ninguém roube aquilo que o Senhor nos entregou, e pregarmos a justiça de Deus, gerando cristãos comprometidos com a Palavra de Deus e com o Deus da Palavra.

Nossa esperança é a volta de Jesus, a segunda vinda está próxima, Cristo está às portas, não devemos esmorecer, pois tudo isso que está acontecendo foi predito por Jesus, e como diz o título desse artigo, isso é um grande sinal de que o nosso tempo nessa terra está se findando.

Prossigamos em buscar ao Senhor, não olhando para o homem que é falho, mas para Jesus, aquele que em tudo foi tentado, mas não pecou, Ele é o nosso fundamento, Ele é a nossa esperança, e assim como Josafá disse um dia, hoje também temos que repetir: Senhor, apesar de tudo, os nossos olhos estão postos em Ti.

Continue lendo