Siga-nos!

opinião

O cristão pode beber bebida alcoólica?

Um fato intrigante é que a Bíblia não proíbe o cristão.

em

Bebidas
Bebidas alcoólicas (Foto: Direitos Reservados/Deposiphotos)

Olá, caros amigos leitores do Gospel Prime!

Você já se perguntou se o cristão pode beber bebida alcoólica?

Esta é uma pergunta importante porque entre outras razões, em dias tão turbulentos quantos os que estamos vivendo, a bebida tem funcionado para muitos como uma espécie de “cano de escape” para liberar o “stress” acumulado.

Bom, quando este é o caso, sabemos pela Palavra que o único cano de escape definitivo para o stress não é o álcool, nem o trabalho, nem os prazeres em geral, mas sim, a oração e súplicas com ações de graça. Isso é o que nos diz o apóstolo Paulo em Fp 4:6-8. Ouça que conselho encorajador: “Não estejais inquietos por coisa alguma: antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplicas, com acção de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus”.

Como sou natural de Pernambuco, não posso deixar de mencionar que certa vez o JC online publicou uma estatística assombrosa: “Recife tem o maior consumo de uísque do mundo”. São 2 milhões de litros de uísque consumidos por ano. Eu me pergunto às vezes se os recifenses compram uísque para beber ou para encher a piscina e nadar.

A Bíblia orienta o cristão a ficar longe da bebida alcóolica. Vários versículos dão base para isso – Levítico 10:9; Números 6:3; Deuteronômio 14:26; Provérbios 20:1.

Um fato intrigante é que a Bíblia não proíbe o cristão de ingerir bebida alcoólica. Somente que evite a embriaguez – Efésios 5:18. Mas por que evitar a embriaguez? Por causa das consequências que a embriaguez fatalmente traz – Provérbios 23:29-35.

Agora, se um cristão decide começar ou tem o hábito de ingerir bebida alcoólica, biblicamente, ele corre alguns perigos. Primeiro: o perigo de acabar sendo controlado pelo álcool – I Coríntios 6:12, II Pedro 2:19. Segundo: o perigo de ofender outros cristãos ou incitar outros cristãos imaturos a pecarem contra a própria consciência – Coríntios 8:9-13. Terceiro: é muito improvável que um cristão que bebe álcool, sabendo dos ricos que corre, e no mínimo, da provável aparência do mal que ele está incitando em outros, consiga “beber álcool para a glória de Deus” -álcool e glória de Deus são duas coisas que não combinam – I Coríntios 10:31.

Mas talvez você esteja se perguntando: “E Jesus, ele bebeu vinho?” Como fica? O texto mais famoso sobre a questão de Jesus e o vinho é na transformação da água em vinho feita por Vamos analisar a descrição do milagre (João 2:9) diz: “Tendo o mestre-sala provado a água transformada em vinho (não sabendo donde viera, se bem que o sabiam os serventes que haviam tirado a água…”

A palavra vinho destacada neste texto é a palavra grega “oinos”, que é utilizada para identificar vinho que contém álcool, um vinho fermentado. Lembre que na época de Jesus não havia geladeira, então, o único jeito de conservar vinho era utilizar os métodos de fabricação originado na antiguidade. O vinho fermentava e depois esperava-se o processo de maturação. Entre os judeus dos tempos bíblicos, os costumes sociais e religiosos não permitiam o uso de vinho puro. Por isso, eles diluíam o vinho com água antes de tomá-lo.

O Talmude (uma obra judaica que trata das tradições orais do judaísmo entre 200 a.C. e 200 d.C.) fala, em vários trechos, da mistura de água com vinho. Alguns rabinos insistiam que, se o vinho fermentado não fosse misturado com três partes de água, não podia ser abençoado e contaminaria quem o bebesse. Outros rabinos mais rígidos, exigiam dez partes de água no vinho fermentado para poder ser consumido.

Um outro argumento que alguns cristãos costumam tentar usar para dizerem que a Bíblia não só não condena a ingestão de bebida alcóolica, mas inclusive recomenda, é o pedido de Paulo ao pupilo dele Timóteo, em 1 Timóteo 5:23 diz: “Por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades, não bebas somente água, mas também um pouco de vinho”. Mas aqui cabe duas perguntas. Primeiro: “Você tem problemas no estômago constantes?” Segundo, se você tem problemas no estômago, que tal um estomazil ou um omeprazol?

Deus te abençoe muitíssimo!

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Bacharel em teologia pela Faculdade Teológica e Apologética Dr. Walter Martin e mestrando em teologia ministerial pela Carolina University - Winston-Salem/NC/EUA. Pastor sênior da Igreja Batista Candelária em Candeias, PE, desde 2016. Escritor - autor do livro: Endireita-te com Deus - 7 Passos para uma Vida Emocional e Espiritual Plena. Casado com Shirley Costa, e pai do João Gabriel.

Trending