Siga-nos!

Ciência & Saúde

Neurocirurgião une fé e ciência para tratar pacientes com tumores fatais

“Deus pode curar nossas doenças”, crê Dr. Lee Warren.

em

Dr. W. Lee Warren (Foto: Cayla Nimmo / Star Tribune)

Enquanto para muitos fé e ciência são antagonistas, para o neurocirurgião Dr. W. Lee Warren elas não apenas se complementam, como pode ser essenciais para tratar casos terminais.

Cristão, ele acredita que Deus pode curar nossas doenças e usa seu conhecimento em tratamentos de tumores fatais para dizer que a fé é importante para superar esta luta.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ele trata especialmente do tumor chamado “Gliobastoma Multiforme” (GBM – sigla em inglês), comum em adultos. Trata-se de um tumor 100% fatal que não há uma pesquisa científica sobre sua causa.

Em entrevista ao podcast Lighthouse Faith, o médico falou sobre seu trabalho com este tipo de tumor e falou sobre como a fé e a esperança ajudam seus pacientes.

Ele falou sobre o livro que ele está lançando nos EUA, “I’ve Seen the End of You” (Eu vi seu fim, em tradução livre), onde o médico faz reflexões sobre essa ligação entre fé e esperança diante de diagnósticos difíceis.

Ele revela que, enquanto cristão, sempre acreditou que devemos orar e acreditar que Deus pode nos ajudar em qualquer situação. “Mas tinha esse tipo de fé versus enigma científico entre coisas que eu acreditava e coisas que sabia”, confessou ele.

E foi assim que ele começou a explorar essa duas coisas aconselhando seus pacientes. “É como tento ajudá-las quando acho que já conheço o resultado”.

Warren crê na cura divina, mas usa seus conhecimentos médicos para ajudar seus pacientes a se curarem da doença.

Continua depois da publicidade