Siga-nos!

Netanyahu: Todos fomos criados à imagem de Deus

Primeiro-ministro fala sobre Israel ser o berço da civilização Ocidental

em

Benjamin Netanyahu

Visivelmente emocionado, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu saudou a organização Shalva que cuida de muitos dos deficientes físicos de Israel.

Durante um encontro anual com jornalistas estrangeiros patrocinados pelo Gabinete de Imprensa do Governo, ocorreu uma apresentação do coral da Shalva com a música “Aleluia”. Dois membros do grupo musical são cegos e os outros seis possuem alguma deficiência física ou mental.

“Isso nos remete ao conceito fundamental desenvolvido nesta terra, que foi um afastamento completo de tudo o que existia no mundo antigo… todos os seres humanos são criados à imagem de Deus. Há uma igualdade inata. Esta é a ideia judaica básica que promoveu o nascimento e o crescimento de nossa Civilização Ocidental”.

O premiê continuou, segundo a CBN, destacando que “embora todas as criaturas vivas tenham habilidades cognitivas, somente os seres humanos tem alma”.

Assumindo um tom político, emendou: “Existem muitas forças que contestam essa ideia e nós temos que lidar com elas. Posso dizer que nem sempre é óbvio para nossos críticos o papel fundamental que Israel desempenha nesta região e no mundo, o de defender-nos das forças do radicalismo, da intolerância e do fanatismo. Sobre aqueles que não reconhecem os direitos universais de homens, mulheres e crianças de diferentes religiões… bem, você tem de estar preparado para defendê-los”.

Durante suas observações, Netanyahu discutiu uma série de questões que afetam Israel e o Oriente Médio, incluindo a ameaça do Irã e o crescente radicalismo nas nações árabes sunitas.