Siga-nos!

Opinião

Não pare de cavar poços

Referência Gn 26.1-25

Avatar

em

A paz de Cristo. Todos nós enfrentamos embaraços, contrariedades, contratempos, enfim, objeções diversas. Eu quero denominar essas contrariedades de “entulhos”. Todavia, Deus não quer que os entulhos da vida sejam um obstáculo a impedir a continuidade da nossa história com Ele.

O Senhor deseja que prossigamos firmes, resolutos de fé em fé e de glória em glória, mas muitas vezes os entulhos nos impedem de receber o melhor Deus.

Pois bem, Isaac, filho de Abraão, ao vivenciar uma grande fome na terra vai para uma terra chamada “Gerar” (atual cidade de Tell Abu Hureira, localizada a 18km a sudoeste de Gaza) e ali ele fica riquíssimo causando inveja nos filisteus que começam a entulhar os poços que os servos de Abraão, seu pai, haviam cavado naquele lugar.

Apesar dos filisteus estarem entulhando os poços de Isaque, ele não desanima e continua cavando poços.

Por causa de seu crescimento e prosperidade, os inimigos de Isaque ficaram com tanta inveja, que ele teve que se mudar para um vale em Gerar, que significa ‘região’ ou ‘lugar do pernoite’. O seu pai Abraão já tinha passado por ali e aberto poços. (Versos 16 e 17)

Os primeiros poços abertos por Isaac foram os poços antigos de seu pai, Abraão, que pessoas invejosas tinham enchido de entulhos. Estes poços foram restaurados por Isaque e voltaram a fluir água.

Muitas pessoas não sabem cavar poços e ficam entulhando os poços dos outros. São pessoas que só sabem ver defeitos e dificuldades e nunca reconhecem seu trabalho. Lançam pedras para pesar e fechar sua capacidade de fluir.

Se jogarem entulhos nos seus poços, não pare de cavar, continue limpando seus poços e nunca deixe que fique cheio de pedras, pois o manancial de Deus vai continuar fluindo em sua vida, queiram as pessoas ou não!

Restaure seus poços!

Vamos refletir sobre os 4 poços que Isaque cavou e o que podemos aprender com eles:

É o poço de Eseque que representa CONTENDA:

vv.19-20 “Cavaram os servos de Isaque no vale e acharam um poço de água nascente. Mas os pastores de Gerar contenderam com os pastores de Isaque, dizendo: Esta água é nossa. Por isso, chamou o poço de Eseque, porque contenderam com ele”.

O primeiro poço aberto por Isaac foi o poço de Eseque que representa contendas, lugar de luta e intimidação. Até então ali não havia água, mas Isaac pediu aos seus servos que abrissem um poço e eles encontraram água nascente, mas então por essa água contenderam os pastores de Gerar com os pastores de Isaac.

Água de contenda tem um gosto muito amargo. Por isso Isaac deixou aquele poço valioso para quem estava brigando beber seu amargor. Pessoas invejosas não sabem cavar, mas quando você encontra água, logo dizem ‘eu quero’. Assim como fez Isaac, deixe pra lá o poço de contendas de Eseque e continue sua caminhada cavando poços por onde for. Deus tem águas melhores para você.

Não beba água amarga!

É o poço de Sitna que representa INIMIZADE:

vv.21 “Então, cavaram outro poço e também por causa desse contenderam. Por isso, recebeu o nome de Sitna”.

Depois que deixou o poço de Eseque, Isaque mandou cavar outro poço, mas seus inimigos insistiram em querer a água só para eles. Por isso este poço foi chamado de Sitna que significa inimizade, acusação, briga, ódio. A palavra Sitna é da mesma raiz do nome Satanás, inimigo ou adversário.

Se você cavou um poço e por isso foi alvo de inimizades, peça a Deus que abra outras portas e te dê condições de continuar cavando poços para seu sustento.

Procure cavar poços de amizade onde você possa se refrescar com alegria.

Não beba água de inimizade!

É o poço de Reobote que representa PROSPERIDADE:

vv.22 “Partindo dali, cavou ainda outro poço; e, como por esse não contenderam, chamou-lhe Reobote e disse: Porque agora nos deu lugar o SENHOR, e prosperaremos na terra”.

Isaac continuou cavando poços e encontrou água novamente. Desta vez ninguém o perturbou e por isso chamou o poço de Reobote, que significa lugar espaçoso, lugar de descanso e de alívio. Aquele era um local muito aberto e largo. Certamente Deus é quem mostrou aquele lugar para Isaque e lhe dava a direção para encontrar água.

Se Isaque não tivesse perseverado, estaria bebendo água de entulho, água amarga de contenda e até a água da inimizade. Mas como continuou cavando poços, Isaac encontrou águas de prosperidade. Agora ele tinha um lugar espaçoso para crescer e seus inimigos se cansaram de ir atrás dele.

Continue cavando poços e Deus te dará um lugar espaçoso como Reobote, e seus inimigos não vão te alcançar. Se você está sendo perseguido por causa do fluir de Deus em sua vida lembre-se que o Senhor irá cumprir cada promessa.

Deus tem águas de prosperidade para você!

É o poço de Berseba que representa PROMESSA:

vv.32-33 “Nesse mesmo dia, vieram os servos de Isaque e, dando-lhe notícia do poço que tinham cavado, lhe disseram: Achamos água. Ao poço, chamou-lhe Seba; por isso, Berseba é o nome daquela cidade até ao dia de hoje

Berseba significa ‘lugar de juramento’ de aliança ou promessa (Gênesis 21.31). Ali em Berseba, Isaque e Abimeleque “juraram de parte a parte; Isaque os despediu, e eles se foram em paz” (Gênesis 26.31). Berseba foi um lugar de bênçãos definitivas para o resto da vida de Isaac. Persevere pela fé porque as promessas de Deus vão se cumprir em sua vida no tempo oportuno.

Berseba é lugar de Promessa e de paz. Foi em Berseba que Isaac armou sua tenda (v.25) e construiu sua vida em família.

Cavar poços significa que é preciso continuar acreditando que as bênçãos de Deus fluirão mesmo em tempos de crise.

As promessas de Deus são uma fonte de bênção inesgotável que irá saciar a nossa sede espiritual.

Estamos cavando poços em Berseba, não construímos uma tenda como Isaac, mas erigimos um Tabernáculo para o Senhor e cremos que o poço de água nascente chamado Jesus Cristo está aqui conosco e que muitas almas sedentas beberão desta água e nunca mais terão sede.

Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna”. (João 4:13-14)

E apareceu-lhe o Senhor naquela mesma noite, e disse: Eu sou o Deus de Abraão teu pai; não temas, porque eu sou contigo, e abençoar-te-ei, e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão meu servo. Então edificou ali um altar, e invocou o nome do Senhor, e armou ali a sua tenda; e os servos de Isaque cavaram ali um poço. (Gênesis 26:24-25)

Em Cristo,