Siga-nos!

estudos bíblicos

Não me detenhas

“Jesus disse: Não me segure, pois ainda não voltei para o Pai. Vá, porém, a meus irmãos e diga-lhes: Estou voltando para meu Pai e Pai de vocês, para meu Deus e Deus de vocês.” (João 20.17)

em

Maria Madalena e Jesus (churchofjesuschrist.org)
  • Não me detenhas (Almeida Revista e Corrigida)
  • Não me retenhas (Versão Católica)
  • Não se agarre a mim (Nova Versão Transformadora)
  • Não me toques (Sociedade Bíblica Britânica)

Maria Madalena literalmente caiu aos pés de Jesus, para abraça-lo, conforme era o costume daquela época. Era assim que as pessoas demonstravam grande amor e respeito por alguém.

As diferentes traduções da palavra grega “aptomai” têm gerado diferentes interpretações. Algumas pessoas entendem que Jesus estava evitando o contato físico. Outras acham que Ele estava exigindo mais respeito do que antes. (Não me toques).

Outros pensam que ele estava alertando que poderia contaminar alguém conforme dizia a lei sobre os mortos, já que Ele havia saído da sepultura. Alguns intérpretes da antiguidade trabalharam com essas hipóteses. Mas são ideias já refutadas. Isso porque a Bíblia mostra que Jesus foi tocado por outras pessoas. O livro de Mateus diz que Maria Madalena não estava lá sozinha, havia outra Maria com ela e as duas abraçaram seus pés.

“Depois do sábado, tendo começado o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.” (Mateus 28.1)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Um anjo disse para elas que Jesus havia ressuscitado, então elas saíram de lá correndo para anunciar aos discípulos.

“De repente, Jesus as encontrou e disse: Salve! Elas se aproximaram dele, abraçaram-lhe os pés e o adoraram.” (Mateus 28.9)

E quanto a Tomé?

“Se eu não vir as marcas dos pregos nas suas mãos, não colocar o meu dedo onde estavam os pregos e não puser a minha mão no seu lado, não crerei.” (João 20.25)

Uma semana depois…

“E Jesus disse a Tomé: Coloque o seu dedo aqui; veja as minhas mãos. Estenda a mão e coloque-a no meu lado. Pare de duvidar e creia.” (João 20.27)

E para que não fique nenhuma dúvida, Jesus chegou a especificar que estava num corpo ressurreto e ainda não glorificado, ou seja, não era apenas espírito naquela ocasião:

“Vede minhas mãos e meus pés, sou eu mesmo; apalpai e vede: um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que tenho.” (Lucas 24.39)

No caso de Maria Madalena, tudo indica que Jesus não estava a proibindo de tocá-lo, ela apenas não deveria detê-lo no sentido de abraçar seus pés “naquele momento”. Tanto ela quanto Jesus tinham tarefas a cumprir. Jesus havia dito: “Vá, a meus irmãos e diga-lhes: Estou voltando para meu Pai”.

Na Bíblia de Estudo NVI, o linguista e mestre em hebraico, Luiz Sayão, escreveu o seguinte: “Maria teria a oportunidade de ver Jesus de novo, de modo que não precisava ficar agarrada a ele. Outra possibilidade é que Jesus estivesse relembrando a Maria o fato de não poder mais tê-lo junto dela, depois da crucificação, a não ser mediante o Espírito Santo”.

E isso está explicado em João, capítulo 16. Veja aqui:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Agora que vou para aquele que me enviou, nenhum de vocês me pergunta: Para onde vais? Porque falei estas coisas, o coração de vocês encheu-se de tristeza. Mas eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Conselheiro não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Do pecado, porque os homens não creem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e vocês não me verão mais; e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está condenado. Tenho ainda muito que lhes dizer, mas vocês não o podem suportar agora. Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês. Tudo o que pertence ao Pai é meu. Por isso eu disse que o Espírito receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês. Mais um pouco e já não me verão; um pouco mais, e me verão de novo.” (João 16.5-16)

Resumindo, não era mais tempo de se aproximar de Jesus abraçando seu corpo físico. Aquela geração que esteve na presença Dele, deveria entender que Ele estaria presente de outra forma, através do Espírito Santo.

João descreve como foi a experiência de ter estado ao lado de Jesus, em corpo físico. Veja:

“O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam – isto proclamamos a respeito da Palavra da vida. A vida se manifestou; nós a vimos e dela testemunhamos, e proclamamos a vocês a vida eterna, que estava com o Pai e nos foi manifestada.” (1 João 1.1-2)

João deixou claro que antes eles tocavam em Jesus. Foi uma geração privilegiada. Todos aqueles discípulos, inclusive Maria Madalena, viveram no tempo da transição desse relacionamento. Antes com Jesus em corpo físico, e depois com o Espírito Santo.

“De modo que, de agora em diante, a ninguém mais consideramos do ponto de vista humano. Ainda que antes tenhamos considerado a Cristo dessa forma, agora já não o consideramos assim. Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2 Coríntios 5.16-17)

Resumindo, quando Jesus diz a Maria Madalena “Não me segure” entenda que Ele estava mostrando a ela que aquele relacionamento físico não existiria mais.

A partir da ressurreição Jesus teria com todos os seus discípulos um relacionamento espiritual e celestial. De forma que, para senti-lo não é preciso tocar um corpo físico, mas tocar o céu através das orações guiadas pelo Espírito Santo.

Depois desse estudo, vamos ler novamente o texto bíblico dentro do seu contexto pra sentir se agora ele ganhou um novo significado:

“Eles ainda não haviam compreendido que, conforme a Escritura, era necessário que Jesus ressuscitasse dos mortos. Os discípulos voltaram para casa. Maria, porém, ficou à entrada do sepulcro, chorando. Enquanto chorava, curvou-se para olhar dentro do sepulcro e viu dois anjos vestidos de branco, sentados onde estivera o corpo de Jesus, um à cabeceira e o outro aos pés Eles lhe perguntaram: Mulher, por que você está chorando? Levaram embora o meu Senhor, respondeu ela, e não sei onde o puseram. Nisso ela se voltou e viu Jesus ali, em pé, mas não o reconheceu. Disse ele: Mulher, por que está chorando? Quem você está procurando? Pensando que fosse o jardineiro, ela disse: Se o senhor o levou embora, diga-me onde o colocou, e eu o levarei. Jesus lhe disse: Maria! Então, voltando-se para ele, Maria exclamou em aramaico: Rabôni! ( que significa Mestre). Jesus disse: Não me segure, pois ainda não voltei para o Pai. Vá, porém, a meus irmãos e diga-lhes: Estou voltando para meu Pai e Pai de vocês, para meu Deus e Deus de vocês.” (João 20.9-17)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estude a Bíblia no Telegram

No grupo de estudos Bíblia Investigada você poderá tirar muitas dúvidas sobre vários textos bíblicos. A proposta de trabalho está baseada no jornalismo, sempre em busca de compreensão das Escrituras através de pesquisas e reportagens que incluem expressões idiomáticas, costumes judaicos e cultura dos povos antigos.

Aqueles textos que parecem confusos ou que são usados de forma inadequada podem ganhar um novo sentido e mudar nossas vidas de maneira muito positiva. A Bíblia é incrível! Quanto mais nos aprofundamos em seus ensinamentos, mais nos transformamos e caminhamos em direção ao Criador.

Se você quer fazer parte desse grupo, acesse gospelpri.me/biblia-investigada

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Jornalista e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de "Jornalismo Investigativo Bíblico", é autora dos livros Derrubando Mitos e Apocalipse Investigado. Seus temas envolvem missões transculturais, Igreja Perseguida, teorias científicas, escatologia e análises de textos bíblicos.

Trending