Siga-nos!

Mundo Cristão

“Não existia beleza interna em mim”, diz Ângela Bismarchi sobre vida antes da conversão

A ex-modelo se converteu em 2016 e conseguiu vencer a vaidade excessiva que a fazia passar pode dezenas de cirurgias plásticas

Avatar

em

Ângela Bismarchi
Ângela Bismarchi. (Foto: Reprodução / Instagram)
Publicidade

A ex-modelo Ângela Bismarchi falou sobre seu processo de conversão durante uma entrevista ao programa TV Fama, da RedeTV!, comentando sobre os diversos processos estéticos ao qual foi submetida.

Bismarchi, que é casada com o cirurgião plástico Wagner de Moraes, participava do Congresso Mundial de Medicina Estética, e foi questionada sobre sua relação com a beleza.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

“Não é porque eu virei cristã que eu vou deixar de me cuidar. Eu continuo me cuidando, mas não excessivamente como antigamente”, disse ela que se tornou evangélica em 2016.

Hoje ela entende que a beleza interior é muito mais importante que a estética e reconhece que era vaidosa ao extremo. “Não existia beleza interna em mim. Eu só pensava nas coisas do mundo, riqueza, fama; e a Bíblia não ensina isso. Tem certas coisas que não podemos mais fazer na vida, porque levam ao pecado”, disse.

Musa do Carnaval, a conversão não a fez apenas se importar mais com as coisas espirituais, como também a fez desistir de desfilar em escolas de samba. “Meu nome sempre foi vinculado ao Carnaval. Mas [fazer parte disso] é expor muito o corpo, a sensualidade. Eu fiz várias capas de nudez, fui muito nua para o carnaval. Eu estava cega, hoje eu vejo”, ela destaca que não mais desfila no Carnaval.

Publicidade
Publicidade