Siga-nos!

Ciência & Saúde

Mosaico bíblico de 1.600 anos lança luz sobre o judaísmo antigo

Escavação já revelou diversos achados que retratam passagem bíblicas.

em

Mosaico de Elim. (Foto: Jim Haberman, Courtesy: UNC-Chapel Hill)

Arqueólogos descobriram um mosaico bíblico de 1.600 anos ao norte de Israel, que lembra um acontecimento do livro de Êxodo, o local da descoberta seria uma sinagoga do século V no Huqoq. A escavação é comandada pela professora da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, Jodi Magness.

Segundo a professora, o mosaico foi a primeira representação do episódio de Elim, descrito em Êxodo 15.27, já encontrado na antiga arte judaica. “Elim é onde os israelitas acamparam depois de deixar o Egito e vagando no deserto sem água”, explicou ela, segundo a Fox News.

Magness explica que o moisaico é separado em três registros, sendo um dos registros a representação de grupos de trabalhadores agrícolas, enquanto outro mostra uma fileira de poços e tamareiras, conforme relato bíblico.

No lado esquerdo do painel, um homem de túnica curta está carregando um pote de água e entra no portão arqueado de uma cidade ladeada por torres de ameias. Uma inscrição acima do portão diz: ‘E eles vieram para Elim'”, acrescentou

Ela também afirma que a descoberta levanta a questão sobre a importância do episódio para aquela época.

“O painel de Elim é interessante, pois é geralmente considerado um episódio relativamente pequeno nas andanças pelo deserto dos israelitas – o que levanta a questão de por que ele foi significativo para essa congregação judaica na Baixa Galileia.”

Também foram encontrados mosaicos representando quatro feras descritas no capítulo 7 do livro de Daniel. A visão escatológica das feras lembra quatro reinos que surgirão antes do final dos dias. “O painel de Daniel é interessante porque aponta para expectativas escatológicas ou do final do dia entre esta congregação”, disse Magness.

Jonas e a baleia no mosaico da sinagoga de Huqoq

Jonas e a baleia no mosaico da sinagoga de Huqoq. (Foto: Jim Haberman)

Os achados no local do Huqoq marcam o nono ano de escavações, tendo sido os primeiros achados em 2012. Entre 2014 e 2017, os arqueólogos descobriram mosaicos representando a Arca de Noé, a divisão do Mar Vermelho, Jonas e o grande peixe e a Torre de Babel, pintando uma imagem fascinante da vida no local antigo.

Neste local, no ano de 2018, pesquisadores anunciaram terem encontrado um impressionante mosaico representando uma cena bíblica de Números 13:23. O painel representava a cena dos dois espiões enviados por Moisés para explorar a terra bíblica de Canaã.

Os espias no mosaico na sinagoga de Huqoq

Os espias no mosaico na sinagoga de Huqoq. (Foto: Jim Haberman)

Um outro achado bastante significativo descoberto no local, inclui uma representação de Sansão, o personagem bíblico do período dos juízes.

Publicidade