Siga-nos!

Sociedade

Momo aparece em vídeos do Youtube Kids e ensina crianças a se suicidarem

Pais compartilham experiências de seus filhos e mostram preocupação sobre o conteúdo apresentado para crianças

Avatar

em

Boneca Momo em vídeos do Youtube
Boneca Momo em vídeos do Youtube. (Foto: Reprodução / Youtube)

Vídeos infantis do Youtube Kids estão sendo invadidos por hackers que adicionam imagens do Momo, uma boneca de terror que ensina crianças a se automutilarem ou se matarem.

O alerta tem sido feito por pais de diversos países, inclusive no Brasil, onde influenciadores digitais tentam alertar outros responsáveis a vigiarem o conteúdo que é assistido por seus filhos.

Os vídeos do Momo aparecem no meio de vídeos musicais, vídeos que ensinam a fazer slime, entre outros conteúdos que atraem as crianças. Os vídeos do Momo são feitos em diversos idiomas e adicionados nos vídeos sem que a plataforma consiga bloqueá-lo.

No Instagram, a influenciadora digital Dri Pierantoni (@arquitetaemae) compartilhou com seus seguidores as imagens que aparecem no meio dos vídeos infantis. Ela mesma foi pesquisar e conseguiu ver as inserções nos vídeos.

Ela afirma que o Momo faz a criança entrar em uma brincadeira para encontrar objetos cortantes, indicando para eles onde poderão achar esses objetos, ensinando, em seguida, como cortar os pulsos.

Os vídeos dela foram compartilhados em várias redes sociais e algumas mães, ao conversarem com seus filhos, perceberam que há muito tempo eles já estavam recebendo esses conteúdos, muitas crianças apresentaram comportamentos diferentes por conta disto.

“Acabei de perguntar para minha filha se ela já viu isso e disse que sim. Perguntei se essa Momo mandou ela fazer e algo e pasmem: ‘mandou cortar a cabeça com a faca'”, escreveu uma mãe.

“Perguntei para minha filha e ela disse que o priminho dela já mostrou pra ela. inclusive, ela não gostava de dormir na casa do meu irmão e eu não sabia o motivo. Hoje descobri que é medo desse boneco. Estou muito preocupada, já conversei com ela sobre isso, orientei e desinstalei o Youtube”, escreveu outra mãe.

Muitos estão desinstalando o Youtube Kids e ensinando os pais a usarem outras plataformas com desenhos infantis que são mais seguras, como serviços de streaming, canais de TV infantis e DVDs.

Publicidade