Siga-nos!

Sociedade

Missa tem escola de samba para homenagear santo

A apresentação terminou com um cortejo que levou os sambistas e fiéis até a quadra da Estácio de Sá

em

Neste sábado (23) a Paróquia São Jorge, na Praça da República do Rio de Janeiro, realizou uma missa diferente em homenagem ao santo com a apresentação especial de uma bateria de escola de samba.

Os ritmistas da Estácio de Sá, escola do Grupo Especial do Carnaval do Rio, apresentaram o enredo deste ano que se chama “Salve Jorge! O guerreiro na fé”.

Para a Agência Brasil, o padre Wagner, vigário episcopal do Vicariato Urbano da região portuária e do centro do Rio, afirmou que a missa a São Jorge que antecedeu o carnaval foi uma celebração especial dedicada aos sambistas.

O religioso que sempre celebra as missas do dia 23, dedicadas ao santo, chegou a declarar que o enredo da escola de samba presta um grande serviço à Igreja, mesmo sendo parte da “festa da carne”.

Pela programação da missa, após a reunião religiosa os fiéis seguiriam os sambistas até a quadra da Estácio de Sá, também localizada no Centro do Rio, vestidos com abadás com a imagem de São Jorge.

Para evitar problemas com a Igreja Católica – como aconteceu em 1989 quando a igreja proibiu a escola de samba Beija-Flor de exibir a imagem do Cristo Redentor – a Estácio de Sá procurou a Arquidiocese do Rio para mostrar o enredo em homenagem ao santo católico.

Os integrantes da escola que participaram da missa, aproveitaram para pedir a benção no desfile deste ano. Com informações G1

Publicidade