Siga-nos!

Igreja

Ministério cuida e ensina crianças em campos de refugiados no Iraque

Regiões devastadas pelo Estado Islâmico recebem ajuda de cristãos.

Neto Gregório

em

Mãe yadizi aprende cuidados com seu filho. (Samaritan's Purse)

O ministério Bolsa do Samaritano mantém no Iraque centros onde ajuda social e espiritualmente crianças e adultos a recuperarem suas vidas após a destruição causada na região pelo Estado Islâmico.

Na província de Nínive, o ministério atua em quatro campos de refugiados diferentes fornecendo alimentação, avaliando a desnutrição e espaços adequados para o aprendizado de crianças. Também oferece grupos de aconselhamento de cura de trauma para os pais.

Muitos dos refugiados são muçulmanos que ficam surpresos com o fato de cristãos estarem os ajudando, revela o ministério. “Eles costumam procurar nossa equipe para orar, dar conselhos sobre seus casamentos e aprender mais sobre a Bíblia”.

Desde 2016, a Bolsa do Samaritano distribuiu mais de 19 mil toneladas de alimentos. Nos centros de nutrição foram examinadas mais de 35 mil crianças menores de 5 anos e 3 mil delas foram tratadas da desnutrição aguda.

Crianças tem aula de fotografia no Centro Comunidade da Graça. (Samaritan’s Purse)

Para famílias cristãs yadizis, menosprezadas duplamente por muçulmanos, a equipe oferece o centro Comunidade da Graça. Essa etnia foi uma das mais prejudicadas pela campanha de terror promovida pelo Estado Islâmico.

No local, há todo tipo de ajuda possível. Desde como limpar os dentes até o ensino de uma profissão. “Sou muito grata por meus filhos poderem participar de muitas atividades (na Graça), onde aprenderam a se higienizar e a brincar com outras crianças em um ambiente agradável”, afirmou uma mãe em Khanke, cidade majoritariamente yadizi.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending