Siga-nos!

igreja

Metade dos cristãos americanos diz que é aceitável sexo fora do casamento

36% dos evangélicos aceitam práticas sexuais fora do casamento.

Michael Caceres

em

Casal de mãos dadas
Casal de mãos dadas (Reprodução/Pexels)

Apesar de o sexo antes do casamento ser desaprovado pela Bíblia e apontado como pecado em diversos versículos, a maioria dos cristãos americanos diz que é aceitável em pelo menos algumas circunstâncias que o sexo consensual entre adultos fora do casamento, segundo uma pesquisa da Pew Research Center.

A pesquisa aponta que metade dos cristãos vê o sexo casual, definido na pesquisa como sexo entre adultos que não estão em um relacionamento amoroso comprometido, é às vezes ou sempre aceitável. Seis em dez católicos (62%) têm essa visão distorcida, assim como 56% dos protestantes em igrejas historicamente negras, 54% dos protestantes tradicionais e 36% dos evangélicos.

Entre aqueles que não têm afiliação religiosa, a grande maioria (84%) diz que sexo casual é às vezes ou sempre aceitável, incluindo cerca de nove em cada dez ateus (94%) e agnósticos (95%) que concordam com a prática fora do leito conjugal. Os não filiados são aqueles que se descrevem como ateus, agnósticos ou como “não religioso”.

Os entrevistados não foram questionados sobre seus comportamentos sexuais, ou se eles próprios se envolviam em alguma dessas práticas, mas foram questionados sobre suas percepções morais em relação ao sexo fora do casamento, se consideravam aceitável “independentemente de você mesmo fazer isso”.

Quando a pergunta se referiu a adultos solteiros em um relacionamento sério, a distância entre cristãos e não-religiosos diminui consideravelmente. Enquanto a maioria dos cristãos (57%) diz que sexo entre adultos solteiros em um relacionamento sério é às vezes ou sempre aceitável, oito em cada dez americanos sem religião (79%) dizem que sexo entre adultos solteiros em um relacionamento sério é às vezes ou sempre aceitável.

Ao dividir o grupo de cristãos que consideram aceitável relações sexuais fora do casamento entre adultos solteiros, os números correspondem a 67% dos protestantes tradicionais, 64% dos católicos, 57% dos protestantes de igrejas de tradição historicamente negra e 46% dos protestantes evangélicos.

Entre os americanos cristãos e não-religiosos, há menos aceitação para uma série de outras práticas de sexo e namoro levantadas na pesquisa, como: fazer sexo no primeiro encontro, trocar fotos sexualmente explícitas com outros adultos consentidos e ter um relacionamento aberto (definido como um relacionamento sério em que ambas as pessoas concordam que é aceitável namorar ou fazer sexo com outras pessoas).

Um fator determinante para a pesquisa foi a frequência com que eles participavam de serviços religiosos antes da pandemia. Aqueles que disseram que costumavam comparecer mensalmente ou mais são menos propensos do que outros a aprovar as práticas de sexo e namoro questionadas na pesquisa.

Trending